quinta-feira, maio 15, 2008

Eu no Arte com Sergio Britto


Finalmente recebo a gravação da minha entrevista no programa “Arte com Sergio Britto”, na TV Brasil, que foi ao ar no dia 8 de abril de 2008. Não foi difícil colocar no You Tube, pensei que fosse mais complicado.
O Sergio é meu velho amigo, meu primeiro professor de Teatro, meu diretor em várias peças em que atuei, meu parceiro de autoria no texto em “Cafona, sim, e daí?” e companheiro em outras viagens teatrais que fizemos juntos.
Foi um prazer enorme ter sido convidado a divulgar meu livro no seu programa. Fiquei satisfeito com o resultado. Acho que conseguimos despertar o interesse pelo “Popularíssimo – O ator Brandão e seu tempo”.
Com vocês, a entrevista em duas partes.







Quando eu contei as duas histórias, o pessoal da produção (câmeras, assistentes, iluminadores etc.) ficou prendendo o riso para não vazar o som na entrevista. Ali eu percebi que a entrevista tinha ficado boa e que iria agradar aos telespectadores.
Gostaram?
M.S.
***********************************************
Na TV Antigas Ternuras, você vê a minha entrevista no programa “Arte com Sergio Britto”.

24 comentários:

Moacy Cirne disse...

Parabéns pela entrevista. As duas histórias contadas po você no final são hilárias. Mais do que nunca, fiquei interessado no livro. Um abraço.

Lila Rose disse...

Meu querido, fico muito feliz ao te ver num programa tão bom!!! Parabéns, você merece!

Bisous.

Lila Rose disse...

Ah, já ia esquecendo: EU TENHO, EU TENHO!!! E AUTOGRAFADO!!!

rsrsrs

Bisous.

maristela disse...

Marco. Me comovi. Primeiro, porque teatro é minha vida por tabela - nunca subi num palco, mas muito já trabalhei (e trabalho) por esta arte. Segundo e não menos importante, ter um cara da tua importância sendo meu webamigo, com toda esta tua simplicidade, teu carinho com quem vem aqui falar contigo.
Assim que der, vou importar este livro aqui preste país ao sul do mundo.
beijo
maris

Cadinho RoCo disse...

Sempre bom termos o que dizer daquilo que vivemos.
Cadinho RoCo

DO disse...

Ficou mesmo muito bom,MARCO.
Bons momentos que vc fez muito bem em guardar.Bendita internet,né?

Rsss

Grande abraço!

benechaves disse...

Eita, Marco, que a sua entrevista ficou bem legal, supimpa mesmo. E com a desenvoltura dos bons atores. A história final do revólver é de um humor em grande estilo. Parabéns!

Um grande abraço...

Claudinha disse...

Olá Marco!
Parabéns pela entrevista,ficou excelente!Desejo mais sucesso ainda com seu livro!
As histórias são ótimas!
Beijo!

Dora disse...

Marco! Vi pela segunda vez! Você deve ter esquecido que eu já hvia visto, no dia em que vc avisou aqui!!! E já até havia comentado sobre a sua mgnífica "performance"!! E sobre as piadas das mortes...que me mataram de rir...rs
Você é ótimo! Deve saber disso!
Um enorme abraço!
Dora

Mario disse...

É, meu amigo, pelo jeito a divulgação vai muito bem. Ah, queira perdoar minhas injustificáveis ausências mas ta dificil de conciliar tudo...rs. Bom final de semana, Marco. Sucesso sempre!

Dominique disse...

Oi, Marco,

desculpe a sumida que dei. Infelizmente vou ter de deixar o Dominus de molho por uns tempos. É que eu não queria abandonar meu cantinho virtual de repente sem aviso prévio. Mas assim que a vida se acalmar, prometo que volto e te aviso, combinado?

Quanto a sua entrevista, estou vendo em pedaços porque o meu computador está com um problema para abrir vídeos. Mas o que vi até agora, gostei demais. Deu vontade de comprar o livro! Mas assim que der, mando um e-mail pra ti, pedindo um exemplar. E digo isso porque eu acho o Brandão hilário e fora que achei muito legal toda a idéia de uma pesquisa profunda sobre o ator e comediante.

Obrigadão por ter colocado a sua entrevista no "Antigas...". Eu realmente queria assití-la e reconheço que valeu e muito à pena. Agora, vou tentar assistir a segunda parte. Mas já sei que rolou umas histórias muito engraçadas nela. :)

Bom, Marco, deixo um abraço pra ti e depois eu volto pra comentar o resto da entrevista. E se prepare porque se este comentário foi grande, o próximo, depois que eu assistir a tudo, vai ser maior ainda. rsrs

Bjo pra ti, amigo. E desculpe pela sumida que dei sem avisar. Falha de amigo a gente desculpa, não é? ;)

'Té mais!

J.F. disse...

Marco, amigão véio. Excelente entrevista. Parabéns! Hoje, estou em Sampa, dedilhando o PC da Lu. Começo da semana, lá de Itatiba, vou entrar em contato para você me mandar o livro. Abração.

Samara Angel disse...

yessssssssssssssssssss parabenssssssss meu querido Marco,nossaaaaaaaaaaaaa to rindo até agora do papo do piru ,fura o papo do piru ,ilariante adoreiiiiiiiiii e mais ainda de ver tei rosto lindo charmoso e elegante nossa ameiiiiiiiiiiiiiiii,mas fiquei tao triste té choerei por nao poder ver vc na tv numa tela grande tava preparada pra gravar ,mas infelizmente esse canal nao passa aqui interior de sao Paulo ,eu confundi com canal Brasil ,mas nem na cultura passou ,que tristeza nao poder ter visto vc,sabe que te admiro muitooooooooooooo e agora muito maissssssssss,te desejo boa sorte em tudo e saber e sentir que vc sendo esse talento nato e de uma simplicidade irradiante ,olha sem palavras viu ameiiiiiiiiiii en tem mais ,to torcendo pra vc ir no JÔ NA GLOBO QUE PEGA ATÉ SEM ANTENA RISSSSSSSSSS,TENHO CERTEZA QUE VOU VE-LO NUMA ENTREVISTA DESSE LIVRO NO JÔ,BOA SORTEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE,TE ADOROOOOOOO
BRIGADUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

Marcos disse...

As histórias foram tão hilariantes contadas por você quanto lidas no livro. Parabéns, Marcão, grande entrevista, mesmo tirando um pequeno deslize do Sérgio Brito. O livro está aqui na minha estante e, volta e meia, dou uma relida em algumtrecho.

Tina disse...

Oi Marco!

Parabéns, gostei de ver. Muito na "mídia" ultimamente, não? (rs) Você merece, com certeza.

Obrigada pelo carinho nos comments.

beijo grande e bom fim de semana,

Samara Angel disse...

É COM MUITO ORGULHO E CARINHO QUE OFEREÇO O THE BEST 2008 POR MÉRITO DO PAGINAS VIRADAS A VC MARCO ,PARABENS VC MERECE MUITO MAIS ,E VOU VER VC RECEBER VARIOS TROFÉUS EM VARIOS PROGRAMAS DE TV ,PARABENS,BJSSSS

Mimi disse...

TERNURINHA, PALMAS PARA VOCÊ!!!

FANTÁSTICO, GENIAL, MARAVILHOSO!

Quando mais ouço falar desse livro teu, que não duvido de forma alguma que seja excelente, mais fico com água na boca de vontade de ler!

Só treino minha paciência pq além do livro, eu aguardo um abraço seu.

(quem sabe eu não acabo indo ao Rio antes que vc venha a SP???)


Adorei a entrevista, adoro ver-te assim, falando, sorrindo, lindo de viver!

beijos, abraços e congratulações da amiga e fã

Mimi

(olha, te mandei um mail sobre fotos sobre a imigração japonesa, não me respondeste, mas se ainda precisa delas, escreva via mail ou no meu blog)

adelaide amorim disse...

Parabéns pela entrevista, Marco, ficou uma delícia. Me fez lembrar meu pai, que adoraria ter assisitido e ler seu livro também. E obrigada pela chance de ver você no Sérgio Britto, porque estava viajando e não consegui assistir pela TV.
Beijo e até breve.

guiga disse...

Se gostei! Eu não!!! Eu ADOREI!!! Ri a bom rir aqui no trabalho. Mas, tive de fazer como o pessoal da produção, prendi o riso para não se ouvir muito! loool
Beijinhos!!!

p.s.- já estava com saudades de te ler! *.*

claudia disse...

Oi querido

Eu ainda não vi o video, mas prometo que verei, estou apenas aqui pra te dar os parabéns, que bom, fico feliz pelo reconhecimento do seu trabalho.
Estou torcendo.
Passei um dia das mães maravilhoso sim...corujando e lambendo a cria...rs.
Um beijo enorme no teu coração

_Maga disse...

definitivamente, sou sua fã!

parabéns, Marco!
Um abraço

DO disse...

Oi,MARCO

Passando pra pedir ajuda dos amigos para um amigo blogueiro que esta muito doente.
Explico hoje lá no RAMSES.

( Desculpe o comentário padrão )

Abração!!

Luna Gandra disse...

Você faz teatro ?

Luma disse...

No dia que passou na tv, eu assisti somente o finalzinho da entrevista, fiquei com a boca adoçada e agora mais ainda! Marco, além de escritor, ator, é um excelente contador de causos e acredito que irá escrever os oito livros, viverá num lugar tranquilo longe da violência urbana e sempre terá alegrias, porque passa isso pelo modo como fala; tem alegria na voz, isto quer dizer que, tem alegria na alma. Beijus