quinta-feira, maio 22, 2008

Antes de Partir


Tem um filme em cartaz já há algum tempo aqui no Rio (e acho que em vários lugares do Brasil também), bem interessante, chamado Antes de partir, com Jack Nicholson e Morgan Freeman, dirigido pelo sempre competente Carl Reiner. Imaginem dois doentes de câncer em estado terminal, já desenganados pelos médicos. Ou seja, o argumento tem tudo para ser um dramalhão daqueles de fazer pedra-mármore chorar.
*
Pois acontece que é uma comédia deliciosa, com alguns toques de drama, é certo, mas quem assiste dá boas gargalhadas com os dois. O personagem do Morgan Freeman (Carter Chambers) é um mecânico de automóveis que tem uma vasta cultura geral (ele só erra, aliás, o autor do roteiro – que disse que o escreveu em apenas duas semanas - só erra quando fala do inventor do Rádio, que não foi o Marconi, nem o Nicolas Tesla, como ele diz. Foi o padre brasileiro Roberto Landell de Moura). Carter sente os sintomas da doença e vai pro hospital. O personagem do Jack Nicholson (Edward Cole) é multi-mega-tetra milionário. Inclusive é dono do hospital em que o Carter está. Ele se sente mal, é conduzido para atendimento hospitalar e fica no mesmo quarto do outro.
*

Um dia, Cole vê o Chambers escrevendo num papelzinho. Arranca da mão dele e constata que era uma lista de oito coisas que ele gostaria de fazer antes de partir, de cantar pra subir, esticar as canelas, bater a caçoleta. Resolve intervir na lista e acrescenta outros desejos. Como ele é rico, coloca na relação coisas como “conhecer o Egito”, “andar de moto na Grande Muralha”, “subir o Himalaia”. E exatamente por ser rico ele leva o parceiro para cumprir os tópicos da lista. È praticamente impossível não sair do cinema pensando no que gostaríamos de fazer antes de ficarmos gravemente mortos pro resto da vida.
*
Vai daí que a querida amiga Fernanda me passou um post-corrente que é exatamente isso. “Que oito coisas gostaríamos de fazer antes de morrer”. Como isso tem toda pinta de mexer com antigas ternuras, será um prazer atender ao pedido da Fernandinha. Aí vão os meus desejos:
- Escrever outros livros sobre atores do passado.
- Andar de helicóptero e de submarino.
- Morar em um lugar tranqüilo longe da violência urbana quando ficar velhinho (que nem este da foto).

- Conhecer vários países da Europa.
- Visitar as seis capitais brasileiras que faltam para eu ter conhecido todas.
- Curtir minha aposentadoria com saúde física e mental.
- Ver o meu amado Flamengo ser novamente campeão brasileiro, da Libertadores e Mundial de Clubes.
- Ver meus sobrinhos crescidos e bem encaminhados na vida.

Procurei colocar desejos que são possíveis, que efetivamente dão para serem atendidos. Mas é claro que eu poderia pirar e desejar coisas como morar numa mansão na ilha de Capri, ganhar um Oscar de Melhor Ator ou comprar um iate de 400 metros. Mas eu preferi não sonhar e jogar com desejos possíveis.
Diz as regras do post-corrente que eu devo indicar oito blogueiros que deverão citar seus oito desejos num texto em seus respectivos blogs.
Bem, acho que esse tipo de post-corrente tem a cara das seguintes pessoas:
- Mimi
- Lulu
- Claudinha
- DO
- Zeca
- Adelaide
- Dilberto
- Janaina
Está claro que se essas pessoas não toparem, não tem problema nenhum. Da mesma forma, se outros dentre os que vêm aqui quiserem entrar na brincadeira, sintam-se convidados.
Trailer do filme: 2min 22seg de duração


M.S.
***********************************************
Na TV Antigas Ternuras, você vê o trailler do filme “Antes de Partir”.

28 comentários:

adelaide amorim disse...

Esse filme é uma delícia, Marco, também gostei muito.
Claro que topo a lista dos oito desejos, que também é coisa de umbigo do sonho :)
Estou preparando sua resenha, mas como o tempo anda bem escasso, não garanto a data. Mas te aviso, viu?

Beijo e Carpe Diem você também!

Moacy Cirne disse...

Várias pessoas já me recomendaram esse filme, caro Mrco. Seu texto reforça o que me disseram a respeito. Procurarei vê-lo quando possível. E grato pelos parabéns; você, que já viveu - e ainda viverá, tenho certeza - muitas glórias com o seu Mengo, sabe muito o que é isso. Um grande abraço.

Claudinha disse...

Olá Marco...
Seu post me comoveu,apesar de falar do bom humor do filme. É que eu fiz uma listinha destas, de dez coisas, quando estava no hospital. E eu consegui quase todas nestes sete anos que se passaram.

Um beijo!

Claudinha disse...

Marco, eu preferi falar aqui por que lá no meu blog eu correria o risco de transformar tudo em novela mexicana. Então, a lista que eu fiz para antes de partir foi:
1- ter saúde e acabar de criar meus filhos;
2 - voltar a ver a luz do sol e sentir seu calor na minha pele;
3 - sentir o cheiro dos meus, do meu travesseiro, do meu lar;
4 - Poder ser dona do meu nariz novamente e não ter pessoas mandando nas minhas coisas e decidindo a vida por mim;
5- voltar a dirigir;
6- voltar a tocar piano;
7- voltar a dar aulas;
8- fazer uma outra faculdade;
9- não enlouquecer;
10 - ficar rica;

Bem, pelo menos as oito primeiras eu consegui ou estou conseguindo!

DO disse...

pelo jeito é o tipo de filme que eu gosto,MARCO. E muito. Vou conferir,sim.
Qto ao meme,semana que vem eu prometo cumprir,heheh

Abração!!

Janaina Staciarini disse...

Eu AMEI o filme. Vi duas vezes. Vou fazer minha listinha. Vou pensar bastante nela.
:)

BABI SOLER disse...

Valeu a dica!

Bruxinhachellot disse...

Sempre que venho aqui fico encantada com a qualidade das informações que adquiro lendo seu blog. A expressão "fazer pedra-mármore chorar" me é desconhecida.
São dois atores de alto calibre e com certeza o filme deve ser interessante. Faltou apenas dar o devido crédito ao inventor do rádio, mas para eles aqui só tem político corrupto, marginal (os dois estão no mesmo patamar) e o rebolado das mulatas.

Beijos de choro.

Mimi disse...

Adorei a dica do filme, vou ver!

e vc sabe como eu gosto dessas listas!!!

tow já indo fazer!


Beijos, Ternurinha, meu bom amigo!

(E como Deus faz tudo de bom, colocou VOCÊ nesse mundo!)

Anônimo disse...

Queridíssimo amigopratodavida,
amei,amei,amei esse filme, indico pra todo mundo, rss, uma gostosura.
Como vai você? Quando vamos beber aquele suco?
Antes de partir quero fazer tanta coisa, começando por ficar...
Carinho meu procê meu amigo e pra sua mamãe, ela está melhor?
beijos de lindos dias
Márcia(clarinha)
*quase voltando, quase...

Francisco Sobreira disse...

Marco,
Esse filme passou por Natal, mas não o vi. O diretor é competente, os dois atores são muito bons. E você é um sujeito sensível e de bom gosto. Quando ele sair em DVD, vou vê-lo. Olha, tentei ouvir a sua entrevista, mas só foi possível ouvir um pedaço. Não sei se é problema no meu computador, mas sempre que vou ouvir algo no You Tube, desisto em pouco tempo. É que o aúdio fica parando a cada 20 segundos, mais ou menos. Lamento, pois tenho certeza de que foi uma boa entrevista. De todo modo, deu pra "conhecê-lo". Um abraço.

Lulu on the Sky® disse...

Nao vi o filme ainda do Morgan Freeman e Jack Nicholson, obrigada pela indicação mas não gosto muito desses posts corrente.
Big Beijos

Ed Wood disse...

Marco, amigo de meu pai-JF (portanto, também meu amigo!). Como único cão dono de blog, posso lhe garantir que não vi o filme, embora pai-JF tenha me dito que são dois tremendos atores. Já postei, lá no meu blog, a minha lista de oito desejos que quero ver realizados antes de minha morte (sai prá lá!!!).
Um lambeijo bem no seu nariz.
Eddie, o Beagle

Samara Angel disse...

oie meu querido Marco,que lindooooooo vc é ,adoreii te ver novamente no jô,vi pelo computador ,ameiiii que vóz linda e que elegancia em.e a entrevista maravilhosa,vc tem um carisma de muita luz,parabens muita sorte e sucesso pra vc,ameiiiiiiii,vi agora sua entrevista no jô,em dezembro estava de mudança de casa e fiquei uns 20 dia sem computador e sem net ,que azar o meu né,mas valeu ,fiquei aqui uma hora mais ou menos vendo e revendo vc,e vou ve-lo varias vezes ,ameiii,parabens ,brigaduuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu pela atençao ,pelo carinho,vc é muito especial messmo,desejo que reaize todos os seus desjos.vc merec é um lutador,te adoro e te admiro muito,desejo um fim de semana iluminado, bjsssssssssssss

guiga disse...

Sim, também me prefiro agarrar a coisas possíveis. Coisas ligadas a lotaria, não é comigo! loool
Beijos e bom fim-de-semana! *.*

Zeca disse...

Marco,

finalmente conseguí ver a primeira parte da sua entrevita. A segunda, verei assim que possível, pois tenho a maior dificuldade com os filmes do you tube, que ficam parando toda hora, até completar o tempo. Mas vou me munir de coragem e procurar ver a segunda parte, pois foi gratificante vê-lo e ouvir sua bela voz, falando com tanta propriedade ao lado de um dos grandes nomes do teatro brasileiro.
Quanto às oito coisas, já estão até listadas, pois outra amiga já havia feito o convite. Obrigado por ter se lembrado de mim. Vou postar nos próximos dias, dando o crédito a ambos.
E o filme, está anotado. Indicação sua merece ser verificada.
Grande abraço.

benechaves disse...

Oi, Marco: não vi o tal filme, mas ele foi exibido em um desses shoppings daqui. Creio que deverá sair em dvd proximamente.
Quanto a lista, bom seria se a gente conseguisse Justiça para o mundo de um modo geral e para o Brasil em particular. Do jeito que anda parece tudo ser errado e valer mais a frase do Caetano em uma de suas canções: 'tá tudo certo como dois e dois são cinco'. Mas, seria um pedido bem difícil de ser realizado, não?

Um abraço...

Marcos disse...

Não assisti ao filme, aliás, há tempo não assisto a algum filme. Mas não é interessante o dono do hospital ficar no mesmo quarto de um mecânico? Somente no cinema... Eu até compartilharia sete dos oito desejos teus, menos o de torcer pelo Flamengo. Ao invés de futebol, pensaria em algo mais prazeroso, pelo menos pra mim.

Saramar disse...

Já havi alido uma crítica sobre este filme. E imagine, Marcos, meu querido, que ele reúne meus dois atores preferidos. Adoro o Jack Nicholson e sou apaixonada pelo Morgan Freeman.
Espero vê-lo em breve.

Sobre os seus desejos para antes de morrer, achei interessante o desejo de viver em algum lugar tranquilo. Interessante porque, sempre penso que este é um desejo de todo mundo e nunca conseguimos efetivá-lo.
Infelizmente!

Beijos, boa semana para você.

Giovanna Batini disse...

Querido amigo, entrei no seu blog com dois objetivos: Ler seus maravilhosos posts e lhe dizer que retomei o livro do louco e estou trabalhando assiduamente para transform�-lo num romance, como sabe, o que vc recebeu era um rascunho e acho que vc me estimulou a fazer o acabamento...rsrsrs... quem sabe vc n�o � respons�vel por esta "loucura"??? beijos

Dora disse...

Marco! Eu amei esse filme. Aliás, gosto de comédia, gosto dos dois atores e o tema é interessantíssimo, porque fala de perto a todos nós...Ou seja, também morreremos, um dia, e gostaríamos de ter realizado vários desejos, antes...
Legal você ter escolhido essas pessoas maravilhosas aí, para falarem um pouco delas(sou curiosa, sabia? rs).
Beijo grande prara você!
Dora

Mário disse...

Marco, vi lá na Adelaide a resposta ao meme. Tema interessante. Comentei lá que, na maneira que vejo a morte, não me assusta e, mesmo assim, procuro viver cada coisa no instante próprio e realizar meus desejos hoje mesmo, limitando-os à minha realidade financeira. Bom, importante para mim é não perder oportunidades de dizer que amamos a quem amamos, abraçarmos os amigos e estarmos de bem com a vida porque a partida é só mesmo a troca de uma por outra sala. O que não der pra consertar aqui, arrumamos mais tarde. Abraços.

Luma disse...

Marco, você Lê comentários atrasados? :=))) deixei comentário no post anterior. Também respondi esse meme. Eu quero somente manter a minha felicidade e nunca perder a simplicidade.
Você gosta de viajar heim Marco? Também não sabia que era tão doido pelo flamengo! (rs*) Beijus

adelaide amorim disse...

Marco, deixei as respostas no Umbigo, viu?
Beijo.

cartassemselo disse...

Oi amigo!

Fico torcendo para que voce consiga realizar seus desejos, até mesmo os que voce não mencionou ali.
Apropósito, eu vi sua entrevista no Arte, achei otimo. Você estava tranquilo e me pareceu familiarizado com as cameras. As historias tambem me fizeram rir muito. Preciso ler esse livro qualquer hora.
Eu assiti esse filme tambem, achei otimo, goste de filmes com um pouco de humor.
Tenha uma otima semana!

Abraço
simone

Mimizilda disse...

Muitos beijos, Ternurinha...

da tua amiga

Mimi

maristela disse...

Marco. Eu tenho tanta coisa que quero fazer que a lista não caberia num comentário nem num post. Mas hoje, te juro, gostaria de voltar a ser a filha de um pai saudável. Lendo teus escritos sobre o alzheimer, mais me dá vontade de virar o ponteiro do relógio da vida pro outro lado, de volta. Já que não dá, quero pelo menos ter serenidade pra segurar o tranco.

Dominique disse...

Olá, Marco, estou de volta... devagar... quase parando... mas como a maré, a tsunami, da minha vida se amainou, estou tentando retomar o blog e principalmente minhas queridas amizades que tanto me fizeram falta, como a sua.

Assim, fiquei tão feliz em ler seus textos novamente!... Cada um tão cheio de reflexões e pensamentos que são seus, mas que também existem e muito em minha mente.

Mas vou por partes e comentar um pouquinho em cada post que perdi estando tão longe. Porém, já de cara, agradeço muito seu apoio lá no Dominus e digo que, apesar de distantes, amigos como você jamais são apagados pelo tempo ou qualquer botão de "delete".

Mas... e "Antes de Partir"?... Vi este meme em outro blog e achei-o muito interessante, mas é difícil pensar em algo específico para se fazer, até porque acho que vivemos a ilusão de que "isso nunca vai acontecer comigo". E assim adiamos sonhos, desejos e deixamos os planos lá, no futuro, bem distante de nós.

Por isso, quando vi este seu texto sobre o filme, me lembrei de que eu tinha pensado em assistí-lo, mas preferi deixar isso para as férias do meio do ano da faculdade. Só que como eu posso saber que estarei viva até lá?! E é isso que muitas vezes fazemos, deixamos tudo para o futuro e esquecemos que temos que viver, muito, intensamente... antes de partir.
Porque só se vive uma vez (Ô frasezinha clichê!!) e se deixarmos escapar esta chance, que lembranças teremos para guardar quando percebermos que é hora de partir?
Assim, seu post me fez decidir procurar este filme, no cinema ou na locadora, e assistí-lo o mais rápido possível. Porque antes de morrer pra sempre, como diz meu professor de Teoria da História, seria bom desviar um pouco do caminho e realizar alguns sonhos.

Abraços pra ti, querido!

'Té mais!