sexta-feira, junho 09, 2006

Isso é lá com Santo Antônio...


Para quem quer sair do caritó, pra quem quer tirar o pé da lama... A hora é essa!
No fundo, todo mundo quer um “cobertor de orelha” para esses dias frios... Como bem disse São Vinícius de Moraes, “não há amor sozinho, é juntinho que ele fica bem”. E se você ainda não conseguiu uma costela para se roçar, o jeito é deixar de lado o pragmatismo científico e partir para as “simpatias” e mezinhas, que ninguém é de ferro! Afinal de contas, passar o Dia dos Namorados no zero a zero é ruim demais. Eu sei o que é isso. Se atualmente estou devidamente acasalado, já houve época em que eu roí beira de penico, tentando arranjar namorada e não pegava nem resfriado!
*
E para dar um alento aos solitários, o seu blog Antigas Ternuras traz até você receitas para
encontrar o seu par. Normalmente, eram (são) usadas pelas moças em busca de seu príncipe encantado. Mas, simpatia não vê sexo. E se há algum rapaz querendo uma princesa, pegue caneta e lápis que a felicidade bate à sua porta.
*
Bem, pra começar, que tal uma prece? E dirigida a vários santos, que é para garantir. Nunca se sabe... Então, na noite de 12 para 13 de junho, recite com fervor essa oração, que vem de muito tempo atrás:

Prece para arranjar marido

São Bartolomeu – Casar-me, quero eu
São Ludovico – Com um moço muito rico
São Nicolau – Que ele não seja mau
São Benedito – Que seja bonito
São Vicente – Que não seja impertinente
São Sebastião – Que me leve à função
Santa Felicidade – Que me faça a vontade
São Benjamim – Que tenha paixão por mim
Santo André – Que não tome rapé
São Silvino – Que tenha muito tino
São Gabriel – Que me seja fiel
Santo Aniceto – Que ande bem quieto
São Miguel – Que perdure a lua-de-mel
São Bento – Que não seja ciumento
Santa Margarida – Que me traga bem vestida
Santíssima Trindade – Que me dê felicidade!
*
Uma vez abertos os trabalhos, passemos para o reino do encanto, da magia e do desencalhe total.
No meu tempo de moleque, costumava-se fazer o seguinte: pegue uma faca virgem e a enterre no tronco de uma bananeira, à meia noite de 12 para 13 de junho. Na manhã seguinte, retire a faca. Vai aparecer na lâmina a primeira letra do seu amado, escrita com a cica da bananeira.
Outra de nome: escreva em pedacinhos de papel o nome de rapazes que você gostaria de namorar. Mas seja realista, nada de escrever “Brad Pitt”, “Tom Cruise”, “Kaká”, “Bussunda”... Dê uma chance à sua sorte. Depois de ter escrito, dobre cuidadosamente os papeizinhos e os coloque em um copo ou num prato com água. Deixe no sereno, na noite de 12 para 13 de junho. No dia seguinte, o nome daquele que será o seu bem estará aberto no copo (ou no prato).
*
Envolvendo copo, tem uma outra que é mais heavy metal. É uma espécie de oráculo para o ano. Faça assim: na noite de 12 para 13, concentre-se na pergunta: “o que acontecerá comigo neste ano?”. Aí, quebre um ovo e despeje somente a clara dentro de um copo com água e depois vá dormir. No dia seguinte, vá observar o desenho boiando na água: se aparecer uma igreja ou um véu de noiva, você vai casar; se surgir uma mala, vai viajar; caso apareça algo que lembre um caixão, vai ter morte na família. Ai que mêda!
*

Que tal uma simpatia com preocupação social? Bom, né? Então faça o seguinte: no dia de Santo Antônio – 13 de junho – entre numa igreja que tenha a imagem do santo, exatamente às 13 horas, e vá carregando 13 rosas vermelhas. Reze 13 Aves Marias com fervor. Depois, declame a sua poesia romântica favorita. Compre 13 pães e os distribua pros pobres. Aguarde, que é tiro e queda.
*

Está desesperada? Topa apelar para um feitiço simples? Então, lá vai: na noite do dia 12, pegue uma vela branca nova e escreva, com um palito de dente, o seu nome completo e do outro lado, o nome da pessoa que você quer laçar, digo, conquistar. Passe com cuidado a vela no mel e depois a acenda sobre um pires branco. Dentro de alguns dias, o escolhido irá se declarar apaixonadíssimo a você.
*
Tem aquelas simpatias clássicas com uma imagem de Santo Antônio: virar de cabeça para baixo ou enfiar num copo com água ou ainda retirar o menino Jesus do colo dele. Na verdade, isso está mais para chantagem do que simpatia. Mas é muito utilizado no Brasil. As moças dizem que os fins justificam os meios. Pra quem está subindo pelas paredes, riscando fósforo no dente e matando cachorro a grito, vale tudo (há controvérsias...).
*

Para quem não acredita em simpatia com imagem de Santo Antônio, conto uma história que ouvi de uma baiana que entrevistei prum jornal. Ela me disse que na cidade de Lapinha, na Bahia, uma moça-donzela de 45 anos, com teias de aranha em diversas partes da anatomia, já começava a desconfiar que tinha ficado “pra titia”. Resolveu fazer uma trezena – treze dias de orações diante de uma imagem do santo casamenteiro – pedindo, com muita fé, um “chinelo velho para aquele pé cansado”. Passaram os treze dias e nada do macho-homem aparecer. Ela ficou com raiva e jogou a imagem do santo pela janela, atingindo a cabeça de um rapaz que estava passando por ali. O moço bateu à sua porta, perguntando se era dali o santo que tinha caído. Ela se desculpou e ofereceu um cafezinho. Conversa vai, conversa vem, começaram a namorar. Casaram-se e, segundo consta, viveram felizes para sempre.
*
Tá vendo? Desesperar, jamais! O dia 12 vem aí. Mal não vai fazer. E nesse mês de fogos e fogueiras, aqueça o seu coração e vá em busca de sua felicidade. Nada é impossível à serena harmonia... à calma vadia de quem espera o amor dia a dia...
M.S
**********************************************
Na Rádio Antigas Ternuras, você ouve “Ai que saudade d’ocê”, na voz de Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Zé Ramalho.
**********************************************
Eu gostaria de agradecer muitão às queridíssimas amigas Claudinha, Vendetta, Ana Carla e Suzi, que atenderam ao meu convite e escreveram textos belíssimos sobre o Amor, respondendo àquelas perguntas fatídicas. Os posts merecem ser lidos por todos. É coisa daqui ó... da pontinha da orelha.

20 comentários:

Paulinho Patriota disse...

Mano Marco,bom dia!

"Tira o pó,vitalina,tira o pó/Que moça velha não sai mais do caritó!.../Moça velha quando vai se confessar/Pergunta ao padre se é pecado namorar;/O padre diz: 'Minha filha,vá rezar/Que moça véia não precisa se casar'..."

Quem disse,modinha do poviléu? Carece,sim. E nada melhor que adentrar no lado folclórico espraiado aqui. Coitado do Santo de Pádua,dará conta de tantos aflitivos responsos este mês? (Dessa coisa desesperante,mamãe nunca penou: ela casou-se,por coincidência [?],no dia 13 de junho de 1957,aos 17 aninhos,sem apelar ao venerável milagreiro.)

E... "teias de aranha em diversas partes da anatomia" (achei soberbo!) Mano Marco? "Entonces",o subilatório (quem soteropolitano for sabe o que seja tal termo; é uma palavra monossilábica) também conta,semelhante o das solteironas de Jorge Amado,que consolava os açodados?...

Diversificante,o ANTIGAS TERNURAS também é um respeitável "serviço"; isto posto,vou imprimir esta oração ritimante e distribuí-la às velhuscas não fatigadas,beatas que não perdem a esperança e,por enquanto,são apenas amásias das charolas e do tribunal da penitência.

Rapaz,Você é uma criatura admirável em todos os sentidos. Daí conciliar com tua autodefinição: és um cidadão do Brasil; e aqui nas célebres juninas pernambucanas já posso ver-te em xotes e xaxados como se fosses um vero autóctone do Leão do Norte!

Tenha um sábado definitivamente são.

suzy disse...

Tadinho do Santo Antônio!!
Cá pra nós, Marco, confesse, vc já fez alguma dessas simpatias aí? Ah vai, conta. *risos

beijão

Claudinha disse...

Marco! Que delícia de texto... Fiquei lembrando da infância e das tias ensinando as simpatias e acredite, eu fiz todas para adivinhar a inicial do nome do 'sortudo'. Mas nunca fiz para arranjar namorado, eu estava sempre com um, rsrsrs... Este post tem tudo a ver com este mês e suas comemorações... Mas eu lembro de uma amiga que pendurou o santo de cabeça prá baixo dentro de uma caixa d'água e disse que só ia liberar o pobre quando desse certo o namoro que ela queria... E no final das contas deu certo mesmo...O que poderia dizer a nossa vã filosofia... Foi po rconta do santo... Aqui é festa da cidade, Sto Antônio padroeiro, vou fazer sucesso se contar suas simpatias...Minhas alunas vão adorar!
Beijos e bom final de semana!

Ana Carla disse...

Obrigada, Marco!! pelas dicas (vou fazer todinhas!!rsrs...) e pelo carinho. Você é especial!

Márcia(clarinha) disse...

São Marco perdoai minha ausência e a não confecção do post sobre loucuras de amor que aqui me foi pedido,amém!
Marco querido,
que delicia de post,já fiz muitas simpatias mas não as fiz direito pois nunca tive resultados,faltou-me jogar o pobre santinho pela janela,rss
Dia 12 de Santo Antônio e dos namorados,véspera de jogo de brasil,nossa! quanta coisa!
Lindo domingo,
beijosssssssssss

Evandro C. Guimarães disse...

Grande Marco, vou te confessar uma coisa: comecei a namorar a Simone(minha esposa) numa festa de rua em comemoração ao dia de Santo Antônio. Já nos conhecíamos e já éramos apaixonados, mas só com a ajuda do santo casamenteiro é que a minha timidez foi vencida e o namoro começou! Tá vendo como o negócio funciona!hehehe!
PS: Já tem texto novo no Restinga Musical!

Fugu F. disse...

Marco, querido, minha avó contava uma história trágica a respeito de simpatias. Andava querendo casar as duas únicas filhas, que estavam por ali de seus quinze anos. Alguém lhe disse que a melhor maneira de encaminhar as moças era botar duas andorinhas de louça na varanda, voando na direção do portão. Minha avó achou pouco duas andorinhas e botou três. Casou minha tia e minha mãe. E, em seguida, meu avô saiu de casa para morar com uma inglesa ... que ela insistiu em chamar de polaca até o fim da vida. Como se vê, não é bom brincar com simpatias ... rssss E muito menos deixar de segui-las à risca ... rssss
Em tempo, botei um comentário retardatário na sua postagem do Bilac. Beijo você!

Paulo Assumpção disse...

Dando mais trabalho para o pobre Antônio, meu caro Marco? Ainda bem para ele que você também indicou uma oração onde o trabalho de desencalhar é em grupo. E já que estamos na época dos santos juninos e aqui é o espaço das antigas ternuras, lembrei-me de uma superstição que a molecada da escola falava a respeito da noite de S. Pedro. É parecida com uma que descreveu. Dizia que na meia-noite do dia 29, se olhássemos para um espelho algo apareceria no lugar de nosso reflexo. Se fosse uma mulher, nos casaríamos. Um caixão, morreríamos. Por via das dúvidas, não queria nem saber de passar em frente a um espelho neste dia e horário. Grande abraço!

Ana Carla disse...

Desde ontem estou tentando lembrar qual o filme nacional que cita essa história da moça que joga o santo pela janela... seria "A Marvada Carne" ??

Samara Angel disse...

meu querido Marco,to rindo aqui com essas simpatias,vc é demais ,vim deixar meu carinho a vc,e desejar um lindo domingo,muita paz,amor e luz em sua vida,eu prefiro sonhar e viver o que sonho,grande abraço um beijo
te adoro

Giulia disse...

Amigo Marco!
Retomei a vida blogueira e cá estou - bom momento este, o das juninas! - para aliviar a dor da saudade. A minha "horta" (lembra? os 'pepinos', os 'abacaxis'... pois é!)continua produzindo... mas, resolvi escapulir dela e fui até a praia buscar um bocadinho da energia e da força do mar. Mas, a saudade das minhas ternuras falou mais alto e voltei, depressa, para todas elas - as ternuras minhas e as suas - especialmente essas Antigas, tão antigas como eu.
Grande beijo.

Anadri disse...

Um belo post sobre festas e simpatias ao santo casamenteiro.
Há sempre quem tenha se dado bem numa simpatia feita com muita fé.

Márcia(clarinha) disse...

Uai!!
Mas eu tumbêm adoro ocê,dimais da conta,rsss
Linda semana meu querido,
beijosssssssssss

Claire disse...

Marco, apesar de não seguir suas "receitas", me diverti muito lendo! (rsrs). E o lado folclórico é sempre delicioso - além do seu modo de contar. O caso real é hilário!

Mutatis Mutante disse...

Matrimônio matrimônio
Isto é lá com Santo Antônio

Não é assim que dizia a canção de Lamartine? Pois é , Marco , acho que esse é um setor em falta aqui na Padoca. Mas pras moças que quiserem arranjar marido a gente oferece os 13 pães sim... :D

Um abraço!

Roby disse...

Aiaiaiaia....yhuuuuu!
Marco..rsrs em plena segundona, estou aqui as gargalhadas com teu texto especial de bom tchê ( como dizem os gaúchos)
Mas que "meda" de vida...fiz trocentas simpatias na minha época de solteira, mas aquela Heavy Metal desbancou todas outras...
*
Bah...ainda lembro que fiz a da bananeira, mas esqueci-me de olhar que letra tinha dado.
Santa burrice Batman!!!
*
Aquele cafuné na alma meu querido amigo.
ótima semana pro cê.

Pipoca disse...

Esse teu post está MA-RA-VI-LHO-SO!!! Dei muitas boas risadas com ele. E eu, que nunca pensei em casamento, completo em breve 2 anos de matrimônio!!! Sem simpatia, sem nada. Veio de graça, cheio de graça e eu, agradeço. um beijão, meu amigo!!!

Marco Santos disse...

Feliz Dia dos Namorados para todos.

Mano Paulinho,
Santo Antonio sempre tem muito trabalho por essa época. Aliás, o SAP dele (Serviço de Atendimento ao Pedinte) deve receber milhares de preces e promessas.
Sua mãezinha casou em Dia de Santo Antônio? Imagino que a união dela com seu pai deva ter sido muito feliz.
Já dizia o poeta: "Quem tem sibilatório tem medo!"
Pois leva a Prece das Solteiras para todas que precisam. As fervorosas vão lhe agradecer sobremaneira.
Eu adoro festa junina! Danço quadrilha, emburaco nas comidas (nham, nham...), pulo fogueira...Embora vive à beira mar, suspiro pela roça!

Querida Suzy: Não nego. Nos meus anos de moço, quando estava com o pé no lodo, apelei pra tudo! Ré! Ré! Ré!...

Minha doce Claudinha: Eu acredito piamente que você nunca tenha precisado de fazer simpatia para arrumar namorado. Uma princesa apetrechada de formosuras como você devia estar com o nome nos papeizinhos do copo de todos os rapazes da região!

Querida Ana Clara: Especial são vocês que me fazem o carinho de vir me ler aqui nesta minha cristaleira de ternuras. Sobre o Marvada Carne, engraçado, eu lembro que a personagem da Fernandinha Torres jogou o santo num copo com água e o bichinho quase se afogou. Chegou a soltar borbulhas pela boca. Mas não lembro dessa cena de jogar o santo pela janela. Mas é possível.

Doce Marcinha: Não consigo vê-la fazendo simpatia para arrumar namorado. Você é a própria simpatia! Feliz Dia dos Namorados, meu anjo!

Grande Evandro: Arrá! Eis aí um que confessa que foi abençoado pelas mezinhas de Santo Antônio! Que bom, amigão! E tenho certeza que o santinho abençoou o casamento de vocês.

Querida Fugu: Menina! Essa sua história de sua avó daria uma baita radionovela! Você permite que eu a escreva um dia desses? Fica aí o aviso: O Ministério da Saúde adverte: Overdose de simpatia pode ser prejucial à saúde.

Grande Paulo: Eu não dou mais trabalho ao santo. Já me arrumei na vida. mas indico o caminho das pedras pra quem precise de uma graça.
Sobre essa sua história, sim, eu a conheço. No meu tempo de menino se falava nisso, mas eu tinha o maior cagaço de mexer com essas coisas. Diziam que o próprio Cramulhão aparecia no espelho naquele dia e hora. Ai que mêda!

Pois sonhe, minha linda odalisca Samara! E que os seus sonhos se transformem em realidade.

Querida Giulia: Que coisa boa! Você estava fazendo falta. Já fui ao seu maravilhoso blog para festejar a sua volta.

Um abração, Anadri. É sempre um prazer ver pessoas simpáticas como você por aqui.

Fico feliz por você ter se divertido, Claire. Essas histórias de roça são deliciosas, mesmo.

Grande Bruno Mutante: Ó só...Vai saber se algumas moças não escreveram o seu nome no papelzinho do copo, vai saber...

Querida Roby: Ótimo saber que você curtiu essas historinhas de simpatias. Não consigo acreditar que uma moça bonita como você tenha feito simpatia para arrumar namorado. Eu acho que o seu nome foi escrito em muita vela pela rapaziada na sua adolescência.

Querida Vendetta: E você lá precisa de simpatia? Você é que é uma graça! Não tinha erro, algum príncipe encantado iria bater na sua porta sem precisar jogar o santo pela janela.

A todos, abraços e beijinhos e carinhos e ternuras sem ter fim! Curtam bastante o dia de hoje!

Alice disse...

Olá, eu li seu post, caí no seu blog por acaso total. Achei divertidíssimo. Nasci no dia de santo antônio... Já tive vários namorados, mas nunca passei o dia dos namorados com nenhum deles (rsrsrs). Um deles terminou comigo no fim de maio e quis voltar no fim de junho, é mole? Só pra não dar dois presentes, um de dia dos namorados e um de aniversário. Mas eu acho que não tenho sorte no amor, não, isso de nascer no dia de santo antônio foi meu azar...
Abraço

Alice disse...

Passei aqui de novo. Agora, depois de ler um tantinho mais do que você escreveu, dá pra te ver muito mais nas linhas. Ler um blog é ler a alma de uma pessoa, coisa muito poderosa.
Abraço