terça-feira, agosto 02, 2005

V de Vingança

1. Alô, alô moçada gibizeira! Alvíssaras! Descobri o site do filme "V de Vingança"("V for Vendetta"), baseado na célebre e maravilhosa graphic novel de Alan Moore (esse é o cara!) e David Lloyd. Segundo a página, o filme estréia em novembro deste ano, com produção de Joel Silver, direção de James McTeigue e, no elenco, Natalie Portman (a princesa e senadora Amidala da recente trilogia Star Wars), como "Evey", e Hugo Weaver (o Agente Smith, vilão da trilogia Matrix), como "V".
*
2. Para quem não leu o gibi, deixa eu dar uma resumida na história, a partir da minha memória, uma vez que li a graphic há muito tempo, e ela não está aqui comigo – tenho dois exemplares, mas ambos estão no meu antigo apartamento, que virou depósito da minha biblioteca.
Em um futuro não muito distante, um regime totalitário assume o poder na Inglaterra, mantendo o povo debaixo de um terror fascista. É quando surge um vigilante mascarado e anarquista ("V") que se utiliza de práticas terroristas para subverter aquela ordem ditatorial. Ele salva uma jovem da polícia ("Evey"), escondendo-a em sua base de operações. A partir dali, ele trava com ela uma relação estranha, ora como protetor, ora como doutrinador, enquanto leva os agentes do sistema à loucura.
O visual é um certo futurismo retrô que eu acho muito interessante. Aliás, sempre que eu vejo um Citroen A3 preto lembro da revista. O tom filosófico dos diálogos pode desagradar a alguns, mas eu acho bem instigante. Aliás, esse tipo de diálogo é uma das especialidades do mestre Alan Moore.
Para quem quiser dar uma olhada no trailer e ver as informações do site, entre em http://vforvendetta.warnerbros.com
O slogan do filme é uma porrada: "O povo não deveria ter medo dos seus governantes. Os governos deveriam ter medo do seu povo". Será que valeria para um certo país do Atlântico Sul?
*
3. Os que ficarem curiosos em conhecer a graphic novel, é só visitar alguma gibiteria ou mesmo algumas livrarias especializadas. Estive neste final de semana no Unibanco Arteplex e lá tem. Vamos aguardar novembro ansiosamente. O filme promete. Pelo menos a história é cinco estrelas.
*
4. Já que a moda é levar às telas histórias em quadrinhos, os grandes estúdios deveriam olhar com carinho três opções. A primeira é o "Livro da Magia" – se bem que vai ter gente achando que é plágio de "Harry Potter", quando é exatamente o contrário. A dona Rowlings chupou descaradamente a história do pequeno mago, até no visual "franjinha de óculos". Outra sugestão é "Sandman", do "deus" Neil Gaiman. Pode não ser uma unanimidade, mas eu sou fascinado pela história dos Eternos, incluindo o Senhor dos Sonhos. A terceira opção é o "Watchmen", do Alan Moore (estou dizendo, ele é o cara!) e Dave Gibbons, na minha opinião, a melhor história em quadrinhos de todos os tempos. A Disney e a Pixar deram uma plagiada forte nela quando fizeram "Os incríveis", mas a qualidade da história de "Watchmen" é tão forte que a comparação não dá nem pra saída.
*
5. Por falar em quadrinhos, espero assistir nesta semana ao "Sin City". Talvez até faça uma resenha aqui para o blog.
M.S.

Um comentário:

Marcelo Lima disse...

Estou conhecendo teu blog agora... Bem legais os textos!
Nunca li V de Vingança, mas por seus outros trabalhos, sei o quanto é bom o Alan Moore... Agora resta esperar pelo filme pra saber se vai fazer jus aos quadrinhos. Como o papo é esse, assita mesmo o Sin City! Eu adorei! Está super fiel e realmente muito legal...