terça-feira, março 16, 2010

Inesquecíveis


Estou de volta.
Por favor, cliquem na setinha do you tube para a festa começar.

E para marcar este retorno, queria que fosse num dia especial, e com um visual especial também.
E aí? Gostaram da roupinha nova do Antigas Ternuras?
Parêntesis para os créditos:

Esta blog agradece MUITO à Claudinha, do Transmimentos de Pensações, por concretizar a idéia que tive para o novo template, com as imagens que escolhi. Eu jamais conseguiria botá-las no template, mas nem que a vaca tossisse, o bezerro espirrasse e o boi dissesse: “saúde!”. A Claudinha não mediu esforços para me ajudar. O Antigas Ternuras e este escriba tem uma dívida eterna de gratidão para com a boa amiga blogueira que foi tão solidária com esta anta em assuntos de informática que vos escreve.
*

O dia especial que escolhi foi exatamente este 16 de março: dia em que o Antigas Ternuras completa cinco anos. É aniversário, gente!
Já contei aqui como o blog nasceu, por conta de um descuido de minha amiga Isabella, do Mente Inquieta, cujo blog também aniversaria hoje. Ela esqueceu de disponibilizar os comentários para todos e, para comentar no blog dela, tive que abrir um. Exatamente este.
E nesses cinco anos, quanta água passou debaixo da ponte... Conheci virtualmente pessoas maravilhosas, outras nem tanto, mas estas já esqueci. Aprendi muito, recebi altas e fartas doses de carinho de muitos que me lêem...
*

Eu estava pensando que tema abordaria em minha volta. O destino decidiu. Um dia desses, eu liguei a televisão para ver um jogo do meu amado Mengão e vi que a novela das nove ainda não tinha acabado. Naquela hora, estava passando justamente uma cena, onde a personagem da Aline Morais (não sei qual é o nome, desisti de novelas faz tempo...) dizia para uma outra: “A gente não sabe quando está vivendo um momento inesquecível”. Na hora, crackabooom!, essa frase proporcionou uma trovoada, seguida de raios, em minha mente. Caraco! Que frase maravilhosa! Ela poderia ser o lema deste blog, se eu já não tivesse uma outra, criada por mim, dizendo: “cuide do seu presente para que no futuro o seu passado seja repleto de antigas ternuras”.
*

Mas é isso mesmo. Quantos momentos inesquecíveis vivenciamos ao longo de nossa vida? Já pensou nisso? Definitivamente, a gente não sabe quando está vivendo um momento mágico que só será percebido bem mais tarde. Mas quando nos lembramos de um momento desses, a gente o desembrulha feito um bombom de licor, dá uma mordiscada e saboreia com prazer até fazendo “huuuum...”.
E é para isto que este blog foi feito. Tenho me esmerado nestes cinco anos em produzir alguns momentos de reflexão, falando de coisas que vivi, dos meus “bombons”, que saboreio no blog junto com vocês.
*

Tem um momento no bom filme “Amor sem escalas” em que o personagem do George Clooney diz, numa palestra: “se a sua vida fosse uma mochila, que pessoas, coisas e momentos você colocaria nela?” Certamente, nossas mochilas estão cheias, repletas, até difíceis de carregar. E aí o personagem do Clooney pergunta: “e se você tivesse que retirar dessa mochila imaginária o que você não quisesse que ficasse nela e deixasse somente o que te interessa?” Huum... Está aí uma boa pergunta.
Lembrei agora de uma outra cena, desta vez de “Guerra ao terror”, o filme muito do mais ou menos que ganhou o Oscar. Na tal cena, um soldado brinca com seu filho bebê com uma caixa de onde salta um palhacinho. O neném bate palminhas toda vez que isso acontece e o soldado diz para ele: “você gosta deste brinquedo, não é? Ele te faz feliz e é talvez tudo o que importa para você. Mas você vai crescer e verá que o número de coisas e pessoas que são muito importantes para você aumentará mais e mais”.
*

Aqui neste blog-mochila tenho colocado coisas que importam, falo de pessoas que me são caras... São momentos importantíssimos de uma vida que me esforço para que seja plena. Construo o meu presente da forma mais digna que eu possa, valorizando momentos e pessoas que me serão inesquecíveis. E quero saber, perceber, exatamente no momento em que eu os estou vivendo. Já disse aqui que não me esqueço do dia em que meu pai entrou num taxi para ir para o hospital e que me olhou e sorriu e foi a última vez que ele fez isso para mim em vida. Hoje eu penso que devia ter corrido para ele e o abraçado fortemente. Meu momento inesquecível seria muito mais rico.
Quem já perdeu pai, mãe, algum ente muito querido sabe do que estou falando. Pense agora nisso. Relembre um momento mágico que viveu com ele. Desembrulhe seu “bombom”. Saboreie.
*

Eu estava com saudades de escrever para vocês. De lê-los também, prometo que vou fazer isso tão logo possa. Vocês, amigos virtuais, estão na minha “mochila”, são muito importantes para mim. A energia que trocamos pelas vias da internet é especial e inesquecível. Bem sei que um dia chegará e eu não mais escreverei aqui ou lerei seus textos. E nesse dia, espero, bem longínquo, estas lembranças serão uma caixa de bombons sumarentos que farão minha delícia por toda a vida.
Carpe Diem.
Sempre.
M.S.
***********************************************
Na TV Antigas Ternuras, você ouve Harold Melvin and the Blue Notes tocando “The Love I Lost”. Noutro dia, acordei com esta canção na cabeça e me lembrei imediatamente de quando eu saía com meus amigos para dançar músicas como esta e éramos tão felizes...

20 comentários:

Moacy Cirne disse...

Parabéns, meu caro!
Pela volta.
Pelo aniversário do blogue.
Pelas inovações apresentadas;
Pelo (bom) texto de sempre.

Um abraço.

Érica disse...

Que lindo tudo isso que escrevestes. Voltasse com o pé direito e eu quero te desejar meus parabéns por esse blog tão oportuno e autêntico. Eu não saberia tecer considerações ou grandes elogios que fugissem ao clichê, mas eu sou sincera quando digo que esse blog é da mais alta qualidade.

A frase da personagem de Aline Morais (Luciana) é real, a gente nunca sabe quando pode estar vivendo um momento inesquecível, mas a tua “cuide do seu presente para que no futuro o seu passado seja repleto de antigas ternuras” me da à sensação de que esses momentos podem ser cultivados e conseqüentemente multiplicados, só depende da gente.

Enfim, sem mais, boa sorte e vida longa ao ANTIGAS TERNURAS.

Beijos

Dilberto L. Rosa disse...

Parabéns, meu mais-que-caro primo: pelo lindo 'template' (sempre devemos algo a estas maravilhosas amigas virtuais... O meu foi lindamente composto pela Luma Rosa!), pelos 5 anos, pela lembrança dos ótimos filmes recentes (corra e vá ler o 'post' sobre o Oscar lá nos Morcegos!) e pelo Dodô, novo contratado do Framengo!!! Só uma correção: o personagem de "Guerra ao Terror", não tenho muita certeza, mas parece que diz o contrário ao seu filho, que o número de coisas que importarão tenderá a diminuir com a maturidade, margeando seu amargor diante da vida vazia que levava, onde nada importava, a não ser procurar a morte desarmando bombas na guerra... Enfim, posso estar errado! Abração, primão: até que enfim meu amigo voltou!!!

Cris Vieira disse...

Ah, meu Deus, eu adorei tudo, moço!!!

Seu blog deu uma repaginada incrível. Fora a trilha sonora de "reabertura" que arrasa. Parece um daqueles restaurantes que você frequenta desde que se amarrava cachorro com linguiça, e você se acostuma com o lugar. Até que um dia o reabrem e ao invés de te incomodar a mudança, você fica cheio (cheia) daquela sensação de prazer pelo novo e bom "velho" cantinho de lembranças.

Parabéns pelos cinco anos deste espaço tão gostoso de visitar. Parabéns pelo esforço de criar textos tão interessantes, inteligentes, criativos e divertidos para nós leitores!
E muito, muito obrigada por compartilhar conosco suas tão preciosas lembranças!
É um prazer visitar este "restaurante" de lembranças e ternuras.


Um abraço do coração, Marco!

P.S.: Harold Melvin and the Blue Notes cantando The love I lost é pra matar de ataque cardíaco, hein? Adoro esta música! Já tô até cantarolando enquanto trabalho! rs

claudia disse...

querido

que meigo você é

um beijo enorrrrrrme no seu coração

Claudinha ੴ disse...

Marco!

Parabéns pelos 5 anos, pela qualidade dos textos! Não tem o que agradecer. Eu,curiosa que sou, adoro ajudar os amigos, é um imenso prazer! Espero que todos tenham gostado e mais que todos , você.
Que possamos continuar a ler os momentos inesqucíveis, que muitas vezes são nossos também, nossas antigas ternuras. Achei muito legal este paralelo que fez com os filmes e suas mensagens.

Um beijo grande!

Márcia(clarinha) disse...

Parabéns meu grande amigopratodavida, pelo aniversário do blog, pelo seu carisma, pela simpatia e amizade, parabéns pelos cinco anos de ternura que nos emociona ;)
"A gente não sabe quando está vivendo um momento inesquecível" e com isso perdemos muitos momentos.
Meu pai também entrou no táxi e acenou um adeus sofrido, mas tive como abraçá-lo e beijá-lo com carinho antes de sua partida definitiva.
Obrigada por sua volta.
lindos dias
beijos

isabella saes disse...

Volta triunfal!! Obrigada pela homenagem, querido! Beijos e vamos viver sempre momentos inesquecíveis.

Tertúlias... disse...

Estas sao notícias, novidades muito especiais. Voce de volta! You made my day! E fiquei ainda por cima mais do que feliz! Parabéns por tudo e por este Blog maravilhoso ("entre nous" considero-te um grande tertuliador, sabias?)

Ronie disse...

Até quen enfim resolveu trabalhar.

Graça disse...

Dá licença, vizinho?...rs

Toc, toc, toc, tem alguém em casa?rs

Vim retribuir sua amável visita no meu Anjo de Prata, trazer uns docinhos para a festa, e cumprimentar pelos 5 aninhos do seu blog!

Que legal tudo por aqui tb... voltaste bombando, hein?

Menino, este template novo tá o luxo, viu, a sua cara...muito joia mesmo!!!

Coloquei toda a família pra ouvir o som!!!
Vamos nos vendo, sempre, amigo. Parabéns às suas amigas blogueiras tb, que sempre generosas contribuem com vc, sem medir esforços. Muito legal a atitude dessas meninas, né?

Que bom tê-lo de volta, Marco!
Um enooooooorme abraço e me aguarde, sempre.
Parabéns, sucesso!

Francisco Sobreira disse...

Marco,
Parabéns pela sua volta à blogosfera e, especialmente, pelo aniversário do seu blogue. De fato, a vida de uma pessoa é feita de alguns momentos inesquecíveis, e recordá-los é vivê-los outra vez. Um abraço.

Lula disse...

Meu big brother,
Como esses 5 anos passaram rápido!
A família Rocha te parabeniza e espera acompanhá-lo mais 50 anos.
Beijos fraeternos.

J.F. disse...

Marcão, meu amigo.
Também estava com saudades de suas postagens sempre perfeitas, sempre alegres. Que bom que você já está por aqui, novamente. Aliás, na minha última postagem, sobrou para você uma sugestão de pesquisa. hehehehehe!
Ficou bem bonita a nova apresentação do blog. Parabéns a você e à querida Claudinha.
Abração.

garotabossanova disse...

Acredito eu, que quando um bom momento está à nossa frente, quase sempre sabemos que é um grande momento. Porque há um quê de eterno sabe? uma áurea irrestrita de coisas não fugidias...adorei o novo layout do blog, muito bacana.E o que é a imagem do topo? lindo ver as imagens de antigas ternuras a se alternarem...amei! assim como a imagem do Nacional kid! rsrsrs Boa volta caro amigo,bom te ler novamente! :)

Luma Rosa disse...

Uau!! Achei que tinha entrado no blogue errado!! Quanta diferença e carregou bem mais rápido!

Você pode adicionar estas frases que descreve o seu blogue, no elemento "cabeçalho", dentro do espaço "descrição do blogue". A frase aparecerá abaixo do título! Você pode pegar as duas frases e fazer uma :D

Marco, não sabia que tinha voltado, senão teria vindo antes! Achei que ainda estivesse cheio de coisas pra fazer. Enfim, não gostei do final do post. Não quero sentir saudades suas. Vida longa ao blogue!!! Parabéns pelos 5 anos!!

Dentro da minha mochila, da minha memória carrego lembranças de momentos bons e também de momentos ruins que com o passar do tempo, perderam a conotação ruim e se transformaram em algo que me ajudou, de certa forma a valorizar e reconhecer os bons momentos quando estou passando por eles. Da vida não carrego mágoas, só coisas boas!!

*Feliz dia do blogueiro! Beijus,

Lia Noronha &Silvio Spersivo disse...

Seja muito bem vindo!!!
Abraços carinhosos pr ati.

dade amorim disse...

Amigo Marco, que alegria te ver aqui de novo! Adorei o template e o texto, sempre tão carinhoso e bem escrito.
Parabéns pelo aniversário do Antigas Ternuras, e parabéns pra nós pela volta.
Obrigada por tua presença amiga lá no Umbigo.
Beijo e sempre sucesso pra você.

itiro disse...

Parabéns pela linda reentrada, com casa nova e um belo texto. Mas principalmente, parabéns para todos nós que estamos sendo presenteados com a volta dos seus posts!
Um grande abraço!!!

guiga disse...

Cinco anos é pouco tempo! Venham muitos e muitos mais! Gostei do novo visual! :)
*.*