sexta-feira, março 20, 2009

Mas... Por que?


Não sei vocês, mas eu fui uma criança muito curiosa e perguntadora. Minha mãe conta que eu não dava sossego nem a ela, nem ao meu pai, nem ao meu tio, nem a qualquer adulto que pudesse me esclarecer. Vivia crivando-os de perguntas sobre qualquer coisa. Eu me lembro disso a partir dos meus cinco anos, quando comecei a ler. Nossa! Eu era um pentelho encravado quando encasquetava com alguma coisa. Que alguém me respondesse, porque eu não sossegava enquanto não me dessem uma resposta convincente. Torrava a paciência de qualquer cristão!
*
Quando ganhei a minha primeira enciclopédia – que era uma espécie de internet do meu tempo – a empentelhação diminuiu bastante. Era só surgir uma palavra nova ou uma dúvida na minha cabeça enlouquecida e eu corria para a enciclopédia para tirar dúvidas. Se lia um livro interessante, complementava a leitura com uma pesquisa exaustiva e completa sobre o lugar onde a história aconteceu, sobre o autor, as personalidades históricas envolvidas, enfim, tudo o que podia me interessar sobre determinado assunto. Entenderam agora por que vivo fuçando atrás de informações?
*
Tem algumas perguntas meio que básicas que a criança, iniciando o interesse pelo mundo ao seu redor, costuma fazer aos pais: por que o céu é azul? Por que as meninas não tem pinto? De onde vem os bebês?... Coisas assim. Bem, suponho que os meus 17 leitores já saibam estas respostas. Então resolvi tirar dúvidas sobre algumas curiosidades que eu mesmo tinha e tratei de investigar. E aí? Estão a fim de saber? Vamos lá.
*

Por que se diz “OK” quando se está confirmando alguma coisa?
Sei que anda pela internet um texto em que diz que a explicação vem do tempo da peste, e que se escrevia estas letras nas casas onde não havia mortos, ou seja, “0 Killed”.
Rá! Pura invenção... Internet é legal, mas o que rola de mentira é uma barbaridade.
Esta expressão vem de “tudo certo”, em inglês, ou “all correct”. Ora, e por que não é “AC” então? Porque já existia esta sigla, significando alternating current, “corrente alternada”, a energia elétrica que usamos para tudo. Os habitantes de Boston tinham uma expressão que era uma espécie de gíria sobre a forma de falar o “tudo certo”: “oll korrect”. Em meados do Século 19 começaram a usar esta sigla numa campanha presidencial e ela acabou ficando muito conhecida.
*

Qual a origem da palavra “bar”?Essa os pinguços vão adorar. Então, para a moçada que bebe por ser líquido, se fosse sólido comeria, aí vai a explicação. A palavra vem do francês barre (em português, “barra”). Acontece que na França, ali pelo Século 18, as tabernas tinham uma barra, para evitar a excessiva aproximação dos clientes. Desde aquela época, bêbado é chato para caramba. Daí, os taberneiros criaram este, digamos, distanciamento. Quando alguns jovens americanos foram estudar na terra de Montesquieu, de Robespierre e do queijo fedorento e conheceram a novidade na nuit local, levaram a idéia para os USA. Abriram um boteco por lá com a tradicional barra francesa, que em inglês se diz bar, mesmo. A idéia pegou e a pinguçada passou a chamar desta forma o estabelecimento onde a moçada ia se encachaçar.
*
Por que os carros ingleses tem volante do lado direito e dirigem pelo lado esquerdo da rua?

É mesmo curiosa esta explicação. Na Idade Média, os cavaleiros duelavam segurando a lança com a mão direita (o que pode ser constatado nos filmes de cavaleiros, em que eles usam aquelas lanças enormes). Quando dois cavaleiros se encontravam em uma estrada, era prudente que um deixasse o outro cruzar pela direita para, em caso de se estranharem, facilitar o saque da espada e começar a porradaria. Com o uso dos automóveis nas ruas a tradição se manteve. Talvez porque os motoristas se viam como cavaleiros medievais em suas respectivas armaduras. Aliás, tem gente que se vê assim até hoje...
*

Por que se chama “fazer a sesta” o ato de tirar um cochilo depois das refeições?
Essa é mais velha que os rascunhos da Bíblia. Vem do tempo de Roma, em que era hábito puxar um ronco na sexta hora do dia romano, que começava às seis horas da manhã. Logo, por volta do meio dia, depois de agasalhar um rango, a moçada se ajeitava como dava e zzzzzzzzzzzz...
*

Por que as pessoas olham para cima quando estão pensando?
A neurofisiologia explica essa. É um movimento involuntário do organismo para ativar partes do cérebro. Dizem os cientistas deste saber que olhando para cima se ativa imagens. Olhando para cima e inclinando a cabeça para a direita, se está construindo imagens novas. Para cima e para a esquerda, a mente está lembrando de imagens antigas. Jogar os cabelos de um lado para o outro, feito as modelos e manequins, como se sabe, é para fazer o cérebro pegar no tranco.
*
E então, meus caros? Gostaram? Tenho outras curiosidades curiosas como estas. Dá até para fazer outros posts. Topam?
M.S.
***********************************************

Ando tão atarefado que nem consegui fazer um post para o dia de aniversário do Antigas Ternuras. Pois é. O blog já está um mocinho! Fez quatro anos no dia 16 de março passado. Parabéns pra ele! Eu não imaginava que ele fosse durar tanto. Mesmo com o zilhão de coisas em que estou metido, ainda gosto de escrever minhas pequenas tolices para este velho guarda-louças de antigas recordações.
Entre 23 e 25 de março estarei em Salvador/BA, participando de um Congresso de Cias de Teatro. Mas eu volto! E trago um acarajé de lá pra vocês, pódexá!
***********************************************
Na TV Antigas Ternuras, você vê uma cena de “Horizonte Perdido”, filme com músicas de Burt Bacharach e Hal David, com Bobby Van cantando “Question me an answer”, que fala de perguntas e respostas... Alô, cariocas! Burt Bacharach vem aí! Tô dentro!

23 comentários:

garotabossanova disse...

Adorei o post como sempre moço!E que vc tenha mais curiosidades para contar e dias prazerosos na capital do meu estado!Pena q eu n estou estudando mais em Salvador.Até mais ler meu caro!

Francisco Sobreira disse...

Caro Marco,
Como sempre, aprendendo com você a origem de certas palavras e expressões e com o seu estilo engraçado e, às vezes, irreverente. Gostei, principalmente, do fato de o volante dos carros ingleses ser do lado direito. Eu já tinha ouvido, ou lido, uma explicação para isso, mas não me lembro agora qual era. Parece que tinha a ver com as estradas inglesas. Mas confio mais na sua. Um abraço, uma boa viagem e parabéns pelos 4 anos do blogue (ele é dois meses e poucos dias mais novo do que o Luzes da Cidade.

Moacy Cirne disse...

Meu caro, também fui uma criança bastante curiosa, embora não fosse de perguntar muito. Procurava explicações sobretudo nos livros de Monteiro Lobato, no Tico-Tico e no Sesinho. De resto, ótima postagem (como sempre!) e parabéns pelo aniversário do blogue.

Um abraço.

Ronie disse...

Adorei a história do bar. É o que falta para minha casa ficar completa.

luluonthesky disse...

Marco,
Parabéns pelo nosso dia, dia 20 de março é dia do blogueiro.
Big Beijos

luzdeluma disse...

Marco, parabéns pelo aniversário do blogue!! Parabéns pelo dia do blogueiro!! Os aniversários são próximos, pertinho, dá pra fazer uma grande festa!! E será assim quando o bloguinho completar 20 anos, já pensou nisso? AC não pensou nisto? Pois vamos bar(rar) na botija!!
Marco, quando penso, olho pra baixo. sou normal? (rs*) Bom fim de semana!!

itiro disse...

Obrigado pelas respostas a mais algumas das nossas grandes dúvidas! Parabéns pelo aniversário do blog! Uma boa viagem e bom proveito em Salvador!

Armando Maynard disse...

A curiosidade abre as portas da aprendizagem e da inteligência. Caro Marco, a primeira vez que entrei em um cinema não sosseguei enquanto vi de perto como funcionava a cabine de projeção, aquela máquina mágica de onde saia a forte luz. O lugar me fascinou de imediato, começando aí o “fetiche”. Faz bem para a saúde do ser humano explorar a curiosidade, pois esta tem que ser insaciável, até porque a capacidade de absorção de nosso cérebro é ilimitada, um músculo em eterna expansão, que precisa ser exercitado continuamente, fazendo com que seus neurônios estejam sempre ativos e alertas, provocando freqüentes sinapses. Vivemos na era da informação e do conhecimento e somos privilegiados contemporâneos da informática, que juntamente com a internet, entraram nas nossas casas, por um só meio, o audiovisual. Hoje, ao alcance de um clique, temos uma gráfica, biblioteca, banca de jornais e revistas, rádio, cinema e televisão. Aproveitemos todos essas facilidades que esses meios nos proporcionam, nos abastecendo cada vez mais de informação e conhecimentos, pois você é mais respeitado à medida que sua cultura aumenta e quem não acompanha o que está acontecendo, é passado para trás. Viver é um aprendizado contínuo, pois até o morrer, teremos que aprender. Um abraço, Armando.
[recomentarios.blogspot.com]

Evandro CG disse...

Quando crianças, nos perguntamos "por que as meninas não tem pinto?". Na idade adulta exclamamos: "Graças da Deus que as meninas não tem pinto!"hehe!
Delicioso o seu post, Marco. Viagem para Salvador, gente fina é outra coisa!
Boa sorte na viagem!

Claudinha ੴ disse...

Olá Marco!

Destas curiosidades, a única que eu sabia era a do OK, meu pai me contou um dia. As demais aprendi agora que te li.
Parabéns pelos quatro anos nos mostrando seu talento e nos ensinando tanta coisa.
Boa viagem também!
Beijo.

Mimi disse...

Parabéns ao blog e ao curioso Ternurinha, que vem nos esclarecer a mente!

beijo e saudades

J.F. disse...

Marcão, você já pensaou em escrever uma enciclopédia? Desde já reservo meu exemplar.
Boa viagem e guarde, mesmo, uns acarajés para a gente.
Abração.

guiga disse...

4 aninhos! Está uma criança muito reguila! lol
Adoro ler-te! Adorei ler as curiosidades! :)
Boa semana!
*.*

DO disse...

Bárbaras as explicações,MARCO. Como sempre,alias. É uma pena que a internet divulgue tanta porcaria e mentiras. O pior é que corremos o risco destas mentiras virarem verdades.
Parabens de novo!!

Ah,e parabens tbem pelos 4 anos do blog.
Que venham muitos mais.

Teve bolo?? rss


Abração!!

Joias da Família disse...

Boa viagem, aproveite Salvador!
Estou em dívida contigo, em relação àquela corrente...
Vou explicar:
tô sem tempo;
sem ânimo;
chateadinha;
saquinho lá na Lua por causa de uns "pobrema";
não tenho pra quem mandar;
sou "meio assim" com correntes...
Você me entende?
Aproveito pra deixar super parabéns pelos quatro anos do Antigas Ternuras.
Aliás, isso me faz pensar que é bem nessa idade que a petizada começa a sina de perguntar e perguntar...

Jack disse...

Aproveite muito Salvador... Adorei a idéia de termos nossas dúvidas esclarecidas...
Beijo!

Marcos Pontes disse...

Pronto, chegou o décimo sétimo leitor (se fosse antes de janeiro, eu usaria hífens, este ser em vias de extinção).
Em se tratando de cultua-pop-inútil, estou uma negação. Eu só sabia do OK.
Continue curioso e matando nossa curiosidade por, pelo menos, mais quatro anos. Parabéns.

Alice disse...

Olá, Marco!
Reparei que, realmente, algumas das explicações que eu conhecia sobre as coisas era equivocada. Então, ler seu post foi muito... educativo!
Parabéns pelos quatro anos de blog, com certeza sua alma está impressa nele. Bom, você disse estar muito atarefado. Sem ser muito específico, afinal, esta é a internet, você poderia colocar um pouco do que você faz, até pra relembrar futuramente e, pra nós, os 17 leitores, podermos estar mais perto... Quando (se) der na telha!
Abraço

Magui disse...

Muito interessante, pode continuar na mesma linha.Eu pensei que os ingleses tinham volantes do lado direito para proteger o motorista qd ele apeasse do carro do lado do apasseio.

Anônimo disse...

Sempre fui curiosa, e até hoje o sou....rssrrsrs, pergunto mais que o homem da cobra. kkk
mas meu pai e minha mãe nunca tiveram tempo, então, tinha milhares de tipos de livros e ernciclopédias lá em casa. Inclusive uma sobre doenças, com tirinhas da Mafalda. kkk
eu amava.

bjs

Márcia(clarinha) disse...

Eita!!Quanta coisa maravilhosa de saber, amigopratodavida é uma enciclopédia, rsss, adorei.
Hummm, sabia que virei a cabeça prum lado e pro outro enquanto lia, será porque sou loira? kkkk
Aproveite bem essa cidade fantástica, Salvador.
beijos de lindos dias

Lena Gomes disse...

Parabéns atrasados pelo aniver do Blog... vida longa e próspera, como diria nosso amigo Vulcano. Mas tenho q voltar aqui pra ler este post na íntegra porq só li o início hoje... estou com soninho... :o*

Evelize disse...

Parabéns pelo seu blog, quanto ao vídeo....e deu...e vai dar muito ainda. Beijos