sexta-feira, outubro 20, 2006

Para refletir

Antes de mais nada, gostaria que vocês assistissem a este vídeo:


Uma equipe de jornalistas de uma TV australiana (Dateline TV, nada a ver com nenhum partido político brasileiro) esteve no Brasil durante a Copa do Mundo para fazer uma matéria sobre as ações do Primeiro Comando da Capital, vulgo PCC, que acarretaram na morte de dezenas de pessoas.
O candidato Geraldo Alckmin, na qualidade de ex-governador de São Paulo, foi convidado a dar esta entrevista. A pauta da matéria lhe foi adiantada. Durante a entrevista, ele fugiu da responsabilidade, abandonou a gravação sem mais, nem menos, como vocês puderam ver.
Geraldo Alckmin, que vem clamando por ética, que assegura que não foge de debates, que diz querer mudar o Brasil.
*
Boa parte da população brasileira, e quase totalidade da imprensa, está de forcado e archote na mão, com cães ferozes ladrando, querendo avançar sobre o Lula.
Realmente, a banda podre do PT, e especificamente o presidente Luís Ignácio Lula da Silva, têm satisfações a dar ao país, aos militantes do partido, às pessoas que acreditaram que existia uma forma diferente de fazer política. O que se viu, foi um bando de facínoras, bandidos da pior espécie, usando métodos e práticas de governos anteriores, justamente aqueles a quem o PT mais combatia.
Lula e o Partido dos Trabalhadores DEVEM, POR OBRIGAÇÃO, esclarecer o País esta história do dossiê e os muitos casos de corrupção que temos visto.
Quero ver o presidente Lula responder clara e objetivamente a esta pergunta:
DE ONDE VEIO O DINHEIRO PARA COMPRAR O DOSSIÊ FAJUTO?
*
Mas há algumas outras perguntas que eu gostaria de ver respondidas pelo candidato Alkimin e pela coligação PFL-PSDB, que estão empunhando a bandeira da ética e da honestidade. Dá gosto ver Antonio Carlos Magalhães, Jorge Bornhausen, Fernando Henrique Cardoso, o próprio Alkimin e seus aliados Garotinho e Rosinha aparecerem na TV, indignados, querendo o fim da desonestidade. São pessoas reconhecidamente íntegras, honestas e que nunca estiveram envolvidas em nenhuma maracutaia. Portanto, não teriam nenhum problema em responder a estas perguntas. Por favor, candidato Geraldo Alckmin, responda:
1) O senhor que promete um banho de ética, não percebeu que sua filha trabalhava com a maior quadrilha de contrabandistas de roupas, a Daslu?
2) O Senhor não percebeu que sua esposa recebeu 400 vestidos de luxo, em troca sabe-se lá de que, e depois, sem jeito, ela declarou que havia doado para instituições de caridade, o que foi negado pela instituição?
3) O senhor ao assumir o segundo mandato, afirmava que a segurança pública era o maior problema do Estado. Porque menosprezou o PCC, e permitiu que a população vivesse dias de pânico com os ataques?
4) O que o senhor acha a respeito dos secretários do seu Governo negociarem com bandidos durante os ataques?
5) Enquanto Governador, por que a bancada de seu partido não permitiu a criação de nenhuma CPI, o senhor não acha que as CPI são importantes?
6) Por que o senhor e seu partido privatizaram todas as empresas estatais de São Paulo, como as estradas, que cobram pedágios astronômicos, com as empresas elétricas, o Banespa... Se assumir a presidência o senhor vai privatizar a Petrobrás como FHC fez com a Vale do Rio Doce, e até hoje ninguém sabe onde foi parar o dinheiro?
7) Se o senhor for Presidente, vai invadir a Bolívia com o exército e se alinhar aos EUA, liderando a política de opressão aos povos da AL?
8) Por que o senhor gastava tanto dinheiro com publicidade numa revista insignificante, que por coincidência era de seu acupunturista?
9) Por que o senhor superfaturou o pagamento para os empresários que exploram os restaurantes de comida a R$ 1,00, pagar mais R$ 3,50 por prato para o dono do restaurante, que tem uma clientela garantida de mais de 1.000 refeições por dia, além de algumas benesses do Estado, não é um assalto ao bolso do contribuinte?
10) O senhor que fala tanto em choque de gestão, por que está deixando um rombo de 1 bilhão e duzentos mil no estado de São Paulo, que pode levar seu vice, Cláudio Lembo, para a cadeia? Ainda neste tema, o que o senhor achou da declaração do recém eleito José Serra, dizendo que vai cancelar a privatização da Nossa Caixa, iniciada na surdina pelo senhor durante seu governo?

Para eu definir em quem votarei no segundo turno, preciso que o Lula e o Alckimin respondam às perguntas que lhes dirigi.

Com a palavra, os candidatos.
M.S.
*********************************************
Este assunto não tem nada a ver com antigas ternuras. Mas fala bem de perto a todos nós, cidadãos brasileiros. Por conta disso, em edição especial, estou propondo reflexão política sobre o segundo turno.

21 comentários:

Claudinha disse...

Olá Marco,
nem Lula , nem Geraldo. Não gosto destes caras, não gosto de política. Porém acho errado anular o voto, parece-me faltar a cidadania. Vai da consciência de cada um. Podres, os dois tem e são muitos. Beijo.

Anônimo disse...

Marco não pude me conter e imprimi uma parte de seu post para mostrar a meus amigos e conhecidos, no intuito de esclarecer essa pouca vergonha que estamos vendo na política brasileira.
Concordo inteiramente com seu ponto de vista. Afinal estamos pagando os impostos em dia e como cidadãos merecemos uma explicação plausível para o que vem acontecendo na política. Lula e Alkmin devem dar essas respostas ao povo.
Essa mensagem deveria ser enviada para o maior número de pessoas possíveis, até passada no rádio, jornais e televisão.

Beijos conscientes.

Moacy disse...

O vídeo é muito sintomático, sem dúvida. Alckmin e o PSDBFELÊ, jamais! A banda podre do PT também merece ser alijada, e espero que o seja. Um abraço.

Anônimo disse...

Marco, ao contrário da Claudinha, eu gosto de política. Militei na esquerda, ainda no tempo em que isso dava cadeia, votei no PT desde o primeiro minuto, etc. Por isso mesmo, simplesmente não consigo votar em nenhum dos dois candidatos. Quando Lula assumiu, eu pensei: agora sim, vamos conhecer outra maneira de se fazer política. Não conhecemos. Tivemos, mais uma vez, as velhas práticas do atraso: alianças abusivas, corrupção, etc. Ainda voto no PT. Mas no PT do Campo Majoritário, nunca mais.

Márcia(clarinha) disse...

Queridoamigoparasempre
Sempre votei no PT, sempre fui Lula, andei pelas ruas panfletando, chorei quando "meu presidente" subiu ao pódio, torci pra tudo dar certo com o coração,acreditei,sofri e me decepcionei, meu voto está em cima do muro, nunca pro Alckmin, talvez pro Lula, quase certo nulo...infelizmente meu querido, não confio em mais ninguém..
Mas ainda torço por dignidade,ética e respeito ao povo.
Marco querido, ia te ligar hoje pragente comer bolinho de bacalhau e chope[aqui no Rei do Bacalhau,da Barra] mas sei que tá no teatro, últimas apresentações, sorte meu anjo, arrebenta lá e ouça meus aplausos, ailoviu!
lindo findi
beijossssssssssssssss

Claire disse...

ainda acho Lula pior - pq a 'ideologia' do PT é a de ser pelo povo, etc. Mas, nada acrescento; esse assunto...hum...

Karine disse...

Marco, querido, eu li outro dia: "só vai mudar a merda, as moscas continuarão as mesmas.". Infelizmente, estou desacreditada no presente e futuro político do nosso país. Votei no Lula há 4 anos atrás, briguei com o mundo inteiro que falava mal dele... no começo, achei que tudo ia mudar pra melhor... hoje estou decepcionada. Mas quando olho para os 'ícones' políticos do país... é tudo da mesma laia... acho q a solução é eu me candidatar a presidente... assim pelo menos saem as calças e entram as saias. Afinal, num apís tropical, nada a ver ficar todo engravatado, né?
No fim de tudo, espero que Deus seja realmente brasileiro e faça "shazan' com Seus dedos la´de cima pra melhorar tudo por aqui...
Beijo, bom fim de semana!

Lili disse...

Ah, Marco, desculpa, mas tem tudo a ver com o Antigas Ternuras, sim. E quando a gente foi pra rua "de blusa amarela"? Quanto a gente gritou, levantou bandeira, fez passeata, bateu panela? Eu estava lá e, creio, você também. Tudo a ver, bello! Um beijo e ótimo fim de semana!

ronie disse...

Como é que é? Não sabe em quem vai votar? Tá bom, faço de conta acredito. Mas vamos lá.

1)Apenas uma pergunta para o Menas e dez para o Chuchu, isso é que isenção!!!

2)A maioria da população está com o Presidente, talvez um terço queira voar no pescoço delle. Faço parte deste terço.

3) Não acredito que exista um PT bom. Um partido que foi estragado pelas práticas espúrias Dazelite. Não acredito nesta balela.

4) Lamento, mas o caminho é o da crise. Explico: existe um rastro que liga a Operação Tabajara ao Presidente. Ainda não foi desmascarada por conta de Márcio'O Grande Nariz de Pinóquio' Thomas Bastos, o comandante supremo da Polícia Federal. Quando essa farsa for desvendada só teremos uma alternativa: ou o judiciário cumpre a lei ou as instituições serão desmoralizadas. Qual escolher? O Babalorixá de Banânia assumirá com Menas força e com um diálogo impossível com a oposição. Precisará de quem? Do super-PMDB e de Newtão Cardoso, Jáder Barbalho e Sarney. Vixe , também tem Ciro Gomes, ai que meda!!!


Temo um cenário a la Hugo Chaves. Assim que for preciso as correias de transmissão do petismo entrarão em ação. A saber: MST, Cut, Une, faculdades federais e sindicatos. E aquele discurso de opressão do povo escolhido retornará com o apoio de Marilenas, Emires, Chicos e Bettis.

7) Não assisti o vídeo, mas Geraldo faz besteira demais. Ele nunca foi o candidato de meus sonhos.

8) Prometo que não encho mais o caso de ninguém com minhas diatribes direitistas. rs rs rs

Blogue da Magui disse...

Estamos mal de candidatos.Precisamos educar novos lideres nesse país.Não sei como será feito com estes péssimos exemplos.Eu vou votar com o dedo no nariz.

Vera Fróes disse...

Marco, quando eu digo que preferia não ter que votar, é verdade. Mas como não voto branco nem nulo (fui a comícios pelas diretas), tenho que votar em alguém. Estou entre a cruz e a espada.
Lula decepcionou e muito mas Alckmin que enche a boca para falar da falta de ética do PT, não olha o rabo da corrupção no governo FHC e de ter na sua chapa, políticos do PFL. Desde quando esse partido é ético?

Estamos mal...muito mal de candidatos à presidência. Cruzes!

Bjos.

DO disse...

Graaaande MARCO!!

Claro que adorei a temática do post.
Claro que adorei seu comentario por la,e vim aqui,de coração,te agradecer.
Claro que estamos muito mal de candidatos,pois é o roto falando do rasgado.
Massss...e sempre tem um mas,eu quero preservar minha liberdade. Eu quero preservar os direitos que conquistamos. Eu preciso acreditar que este país,AINDA tem jeito.
E entre um presidente PINÓCCHIO, que enganou muuita gente ( eu não que nunca votei nele ),que diz que nada sabe,que entrega os amigos aos leões ,sempre visando o seu VERDADEIRO OBJETIVO que é o de transformar-nos em carneiros de regime totalitário como Cuba ou como o que o Chávez faz na Venezuela,etc,etc...;eu fico com o nefasto PSDB.
Odeio este partido,é verdade,mas é um mal menor neste momento.
Se Alckmin for eleito,depois cabe a nós cobra-lo.

Ah,achei só UMA pergunta pro Pinócchio muito pouco da sua parte.
Dá pra fazer uma lista telefônica.
Mas,por outro lado,seria perda de tempo,afinal ele nunca sabe de nada!!!

Grande abraço!!

Suzi disse...

isto é democracia!
li todas as opiniões.
sugiro que leiam o que o umzé escreveu esta semana:
http://umze.blogspot.com/2006/10/conterrneos.html

depois, também queria dizer que eu fui pra cinelândia, sim, chorei na rua, fiz boca-de-urna, e sempre votei no PT, e que fui a brasília ver de perto a posse do lula e acreditei também que se podia fazer política de um jeito diferente, na condução do país.

eu me decepcionei.

mas, vamos combinar: quem são essas "opções" que se nos apresentam??? psdb e pfl cantando de galo??? valha-me!!!

são os "inocentezinhos" da política querendo se mostrar como solução??? caramba!!

meu voto no 1º turno foi Heloísa Helena. era o voto da consciência, dos sonhos (mais uma vez).

agora, é voto útil, mesmo.
eu não vou deixar que o psdb continue posando de bom-moço como se a minha memória fosse lavável.

Roby disse...

Markito, desculpe-me mas tenho verdadeira aversão a política,pra te ser sincera não é comodismo meu, simplesmente não gosto.
Falar em política "brasielira" pra mim é o mesmo que nadar de poncho ou espirrar na farofa.
*
*
Mas claroooo que tu me ajudastes decidir na compra das porcelanas meu miito kilido, então...não fostes tu que destes o empurrão maior?
Ah meu guri!
*
Abraço Markito, bom final de semana.

Samara Angel disse...

oi meu querido Marco,saudades,estive ausente,mas agora voltei mesmo pra ficar,vim correndo deixar meu carinho e desejar um lindo fim de semana ,cheinho de amor e lindas ternuras,quanto a politica,nao da mais pra acreditar infelizmente, te adoro,beijos

M.Eduarda disse...

Oi querido. A verdade é que estamos cercas de mentiras e desonestidade por todos os lados. A questão agora é, infelizmente, escolher o "menos pior".

beijos

Fernanda disse...

Bom, tem muita sujeira aí... Esse país tem de crescer! Falei com o meu pai ontem: comparando com a Europa, nós ainda estamos na Idade Média! Temos ainda muita história para percorrer!

Kisses

Marco Santos disse...

Minha doce Claudinha: O voto nulo é também uma opção, quando o eleitor não se sente contemplado com nenhum dos candidatos. Já aconteceu de eu votar nulo num segundo turno de governador aqui no Rio quando os dois candidatos eram péssimos. Nesta eleição presidencial, as duas opções não me satisfazem. Acho que o Brasil perde com qualquer um deles. Não decidi ainda se voto nulo ou se voto no "menos pior" na minha opinião.

Querida Bruxinha: Fico agradecido por suas palavras e se minhas reflexões ajudarem às pessoas de algum modo, isso me deixa muito feliz. A política brasileira sempre foi um tereno de podridão. Não acho que agora está mais sujo do que antes. Só está sendo revelado. A lambança de agora é de incompetentes, ao contrário dos "profissionais" de antes.

Concordo, caro mestre Moacy! PFL/PSDB jamais! Pau nessa raça!

Querida FuguF.: Tivemos trajetórias semelhantes. Desde a minha primeira eleição sempre fui muito ativo. Lembro que em 1989 fui pra rua, militar contra o Collor, entregar folheto, mobilizar eleitores para não votarem naquele estrupício. Também acreditava na esperança de uma nova forma de se governar. Mas fomos vencidos pela natureza humana... será que um dia sairemos deste labirinto de maus políticos?

Marcíssima querida: Estou rigorosamente como você. Pro Alkimin e a raça PFL/PSDB que tanto mal já fez a este país, nunca! Se eu sentir que o meu voto pro PT pode fazer diferença posso até tapar o nariz e apertar o 13. Ou posso simplesmente lavrar o meu protesto apertando o "99".
Um dia desses a gente senta para conversar e comer bolinhos de bacalhau com vinho. A temporada da peça acabou. Agora vamos viajar com ela pelo estado do Rio.

Cara Claire: Eu sei que o assunto "política" não é de seus preferidos. Respeito. Melhor pular essa parte, não é?

"Karine para presidente"! Desde já, você tem meu apoio! Já tenho até o seu slogan: "É isso aí, bicho!"
Só Deus mesmo para se apiedar da gente na política.

Sim, querida Lili: Eu também estava no comício das Diretas Já, aquele do Milhão na Candelária. E em outros mais. Também militei na política por uma forma melhor de se governar. Não é exatamente o que a gente está vendo, não é?

Grande Ronie: Ah, não viu o filme?... Sei... Então tá. Vamos ao próximo comentário...

Querida Magui! Talvez eu também faça isso... Mas é triste, né?

Estou contigo e não abro, querida Vera! Penso exatamente como você.

Grande DO: Eu sei qual é a sua posição. Tenho-a visto no seu excelente blog (agora de novo e belo visual!). Respeito muito a sua opinião. Mas, democraticamente, penso diferente. Depois do que nós, funcionários públicos, penamos na mão do FHC e da corja PSDB/PFL, não votaria nessa dobradinha jamais em tempo algum. Só fiz uma pergunta ao Lula porque ESSA é a pergunta a se fazer a ele no momento. Claro, teria muitas outras, especialmente uma: "Como você se sente ao ter decepcionado os sonhos de milhões de pessoas que acreditarm numa forma diferente de se governar?"
Ao Alkimin fiz mais perguntas, por que esse PINÓQUIO safado sem-vergonha, que abafa CPI contra seu governo (e você sabe, a CPI começa a investigar e sabe-se lá o que se descobre) precisa ser desmascarado de sua hipocrisia. Desde quando um "ético" faz o que ele fez? E se junta a ACM, Bornhausen, Garotinho, FHC... Essa raça de piolhos da nação!

Querida Suzi: Li o seu excelente comentário e concordo contigo em gênero, número e grau!

Querida Roby: Eu sei que esse assunto é indigesto, amiguinha...
Você daí da Suiça, fica longe dessa lama toda que nos envolve. Mas sei que você também quer o melhor para o Brasil.

Linda menina Samara: Obrigado pelo carinho!

Querida Eduardinha: Pois é, amiguinha... Ficamos reduzidos a isso, ao "menos pior". E cada um tem o seu "menos pior", não é?
Mudando de assunto, quinta-feira é dia de vocês, torcedores das FORÇAS DAS TREVAS, penarem diante da Nação Rubro Negra! Rá! Rá! Rá!...

Valeu, moçada! Abraços e beijinhos e carinhos e ternuras sem ter fim!

Jéssica disse...

Na minha mui modesta opinião, todos anulando seu voto, seria a melhor opção. Sei q não é politicamente correto, mas eu já decidi, vou anular o meu voto. por pura falta de um candidato q mereça minha confiança e respeito. Isso não é ficar em cima do muro, anulando tb exerço meu direito à cidadania, não é o q eu quero pra mim, nenhum dos dois, eu não mereço, os q eu amo tb não merecem, então pq q eu tenho q optar pelo menos ruim? Nem morta! Carregar culpa por mais 4 anos, tô fora. Beijo*.*

Ricardo Rayol disse...

Sim realmente é a grande questão que levantei. Pq Alckmin não se empenhou em ajudar a debelar o caos. Isso foi um dos grandes tiros no pé. Mas se de um lado temos essa trupe que citou, ver Lula abraçado a Delfim Neto, Sarney, Esperidião Amin, Collor e Maluf é brincadeira.

Karine disse...

kkkkkkkkkkkk Só voltei pra dizer que adorei o slogan (na sua resposta!) É isso, bicho!!!:)
Hoje em indignei com algumas coisas que vi, li e relembrei... e tem post lá...
Beijo!