quinta-feira, março 16, 2006

Chegou a hora de apagar a velinha...


...Vamos cantar aquela musiquinha
Parabéns (fiufiufiuuu...)
Parabéns (fiufiufiuuu...)
Pelo seu aniversário!
Antigamente, depois de cantar o “Parabéns pra você” se emendava com essa cançãozinha, gravada pelo palhaço Carequinha no tempo de “Dom João Charuto”. As novas gerações cantam a musiquinha Xuxa. Mas a minha antiga ternura é aquela.
*
Tudo isso é pra dizer que o blog Antigas Ternuras está completando seu primeiro ano exatamente neste dia 16 de março. Valendo a frase lugar-comum: “parece que foi hontem!” (com “H” mesmo).
De lá para cá, nossa!, conheci tanta gente, tantos blogs incríveis, pessoas tão talentosas com quem tenho aprendido tanto...
*
E pensar que eu entrei nessa por acaso (se é que acasos existem). Foi o seguinte: Eu tinha dirigido uma leitura de peça teatral lá na companhia onde atuo. Nesta leitura reencontrei a Isabela Saes, minha querida Isa, a Bela. Conversamos, ambos somos jornalistas e atores, trocamos e-Mail e telefone. Um dia ela me escreve avisando que tinha feito um blog – o excelente “Minha Mente Inquieta” (link aí ao lado), que também aniversaria hoje - e pediu para eu dar uma passada lá. Fui. Quis deixar um recado, mas ela não tinha clicado no botãozinho que disponibiliza comentários para todos. Para comentar, tive que abrir um blogspot. Eu nunca tinha pensado em criar blog. Na hora de escolher o nome, sei lá por que, me veio à mente aquela bela canção do Tito Madi, “Ternura Antiga”. Como sempre fui cultor de um varandão da saudade, decidi que seria “Antigas Ternuras” e que eu trataria de lembranças de bons momentos vividos.
*
Da comunidade blogueira, não conhecia ninguém. Só a Isa, a Bela. Avisei aos meus amigos que estava com um blog, mas poucos o visitaram.
Eis que nem sei bem como, gradativamente fui conhecendo pessoas e sendo conhecido. De outubro, quando instalei contador, para cá já mais de 2.000 visitas. Claro que isso é nada perto das 1500 visitas diárias que o blog da Bruna Surfistinha recebe. Mas prefiro os meus poucos visitantes. São poucos, mas são todos bons. Os de lá, certamente têm motivações bem diversas do que aqui aparecem.
*
Dos grandes “amigos de infância” que eu fiz nesse tempo, um merece uma atenção especial. Reconhecidamente, eu sou uma anta em informática, mas para assuntos técnicos do blog recebi o auxílio luxuoso de um recém-amigo, de uma generosidade incrível. Eu o chamo de meu “personal teacher de template”, pois foi quem me ensinou a fazer link, colocar ilustração, me ajudou a incrementar o Antigas Ternuras e sempre dá aquele show na hora de fazer resenhas de filmes em seu memorável blog “Cinelândia” (link ao lado). A Isa, a Bela é a “madrinha” do Antigas Ternuras e o Paulo o “personal teacher” da Casa. Então, vou dividir o primeiro pedaço entre os dois e fica tudo certo.
*
Gostaria de brindar com todos os que me lêem, com uma taça de champagne virtual. Tim-tim, amigos! Todos vocês ajudaram a fazer a minha vida mais feliz nestes últimos 365 dias. Um brinde!
M.S.

*************
Para celebrar a data especial, republico o primeiro texto deste blog.

16 de março de 2005, às 16h30min.
Antigas Ternuras

Olá você.
Por circunstâncias inusitadas, acabei criando este blog. E pretendo com ele disponibilizar um espaço para mostrar e discutir assuntos que gosto.
O nome "Antigas Ternuras" foi inspirado na belíssima canção de Tito Madi, de nome "Ternura Antiga". Quem já teve a oportunidade de ouvi-la na voz do Tito e ao vivo como eu tive, sabe o porquê de eu chama-la de belíssima.
Pois é.
Quem visitar este blog encontrará sempre temas ligados à História, a fatos localizados Em Algum Lugar do Passado (aliás, meu filme favorito...).
Sei que isto despertará comentários inteligentes e criativos do tipo "quem vive de passado é museu" etc. Alguém disse certa vez que o povo que não estuda a sua História está condenado a repetir seus erros. (Repararam no negrito?). Eu costumo dizer que quem despreza o seu passado, se perde no presente e não constrói o seu futuro.
Daí que eu, descaradamente, me declaro apreciador das boas coisas de antigamente, daquelas antigas ternuras que dão sempre prazer muito grande de relembrar.

Isto inclui o estudo da História em todas as suas manifestações, seriados antigos de TV, programas da Era do Rádio, propagandas e jingles do tempo do Rádio a válvula e da TV a lenha, gibis, heróis, personagens e personalidades do "tempo do Onça", incluindo a origem desta expressão...Tudo isto e muito mais o leitor deste blog encontrará por aqui. E alguma poesia também, é claro.
Portanto, se você gosta destes assuntos, abra uma cerveja "Portuguesa" casco escuro, ou um "Crush" geladinho e divirta-se!
M.S.

27 comentários:

Belisa disse...

Feliz aniversário!!! Hehehehe! Mas realmente parece que foi ontem... lembro quando tu me perguntou como colocava links... Muitas felicidades blogueiras e muitos anos de publicação. Abraços!

Claire disse...

Feliz aniversário, Marco. O texto está encantador; gostei q vc nos contasse "como-tudo-começou". Q o Antigas Ternuras continue ainda por muito tempo (estou com trauma - tem mais de um amigo fechando e deletando blogs). E mantenha para mim e para outros o prazer de uma passadinha aqui. Abraços.

Ivã Coelho disse...

Que o passado lembre-se sempre de nós todos. E daqui para frente será só esperança. FELICIDADES!

E

Ternos abraços.

Sonia Vollmer disse...

Marco,

Passei no blog da Bel e vi que o seu blog, junto com o dela, também fazia um ano de existência.

Não posso deixar, então, de te dar os parabéns, já que eu estou sempre
por aqui lendo
as coisas gostosas que você escreve.

Não deixo as minhas impressões porque eu fico deslumbrada
com a quantidade de amigos que escrevem prá você e eu só iria dizer: Oi, Marco, gostei muito do seu artigo! Um abraço e pronto!!!

Mas, quero que você saiba que tem uma fã assídua, embora meio escondida!!!

Um beijo Sonia

ronie disse...

"Feliz aniversário, envelheço na cidade...". Fico pensando no que o mundo virtual é capaz! Se não fosse o Leônio ficar fuçando nos blogs alheios, provavelmente não teria meu adorado DVD da Epopéia Vascaína, ironicamente comprado pelo meu amigo flamenguista. Agradeço a existência do AT. rs rs rs rs.

Mutatis Mutante disse...

Hehehehe... digno túnel do tempo , que adorei percorrer. Feliz aniversário Marco! E bem , somos os dois piscianos , eu e o teu blog. Daqui a uns dois meses vai ter bolo na padoca.

Um abraço!

claudia disse...

agora aqui "ao vivo" rsrs


feliz aniversário


um beijo grande

( eu li esse post)

me lembro bem...foi a foto da crush que me chamou atenção

beijo grande

Paulinho Patriota disse...

Grande Marco:

Como eu gostaria de ter conhecido o teu expandido e deleitoso espaço no comecinho,naquele instante anterior da estréia!...

Por tuas virtudes,deixaste de ser virtual para mim.

Gosto muito de repetir que o estilo é o homem: tu estás absoluto nas entrelinhas do que esparges.

Meu irmão-camarada,congratulações ilimitadas pelo ANTIGAS TERNURAS,sempre renovado por teu magnânimo e brando afeto.

E,no entretanto,nos deste a chance de rever como foi teu post novel,hein?...

...E para combinar-se com aquela "estampa" primeva do mesmo,vou deixar o maior elogio que se possa imaginar aqui em Pernambuco a um ente querido como ti,pode confirmar: Tu e teu império de delícias antigas são tão-somente tampa de Crush"!

Um grande abraço,outro abraço grande!

*****

PS: como esse refrigerante de laranja era o mais popular do Recife,não só pelo sabor inimitável até hoje,como também porque por sob o plástico de suas tampas haviam sempre prêmios impressos - e generosos, devidamente entregues... a expressão citada por mim transformou-se em sinômino de coisa tranchã,pra cima,confiável,ternurosa,de escol,arretada,nesta terra de bravos guerreiros!

Tenham uma sexta-feira muito da porreta!

Paulinho Patriota disse...

Sinônimo,Paulo desmazelado...

Marco Santos disse...

Puxa! Veio muita gente na minha festinha! Brigado, gente! Eu faço o Antigas Ternuras com muito prazer para vocês.

Cara Belisa: Foi um grande prazer ter conhecido você e o Marcelão neste ambiente blogueiro; e me considero um aluno dos dois, pois sempre aprendo muito com ambos.

Doce Claire: Fique tranqüila que não penso em fechar a minha quitanda tão cedo. Escrever é uma das coisas que mais gosto de fazer na vida e o Antigas Ternuras me dá esta oportunidade. E mais: tive a chance de conhecer pessoas maravilhosas e talentosas como você, por exemplo.

Ivã, amigo: Eu estarei sempre aqui para lembrar os bons momentos do passado para que venhamos a construir um presente feliz.

Querida amiga Sonia: Fico felicíssimo em saber que você é minha leitora. Mesmo sem deixar comentário, é um prazer enorme sabê-la por aqui. A Isabela foi a grande causadora por minha entrada na comunidade blogueira, por isto ela é a madrinha do Antigas Ternuras. Acho que nem ela lembrava que o Mente Inquieta estava fazendo um ano também...

Amigo Ronie - Acredite: é enorme o meu prazer em conhecer o alegre bando feliz de Brasília e o blogteco onde também tenho assento e direito de dizer minhas coisas. Eu nunca soube como vocês chegaram ao Antigas Ternuras. Foi pelo Leônio? Beleza! Devo esta ao cara. Quando ele retornar ao nosso convívio vou lhe agradecer.
Quanto ao fato do tenebroso DVD, fiz uma gentileza ao amigo. Mesmo sendo esse parceiro uma criatura bacalhosa, torcedora de uma coisa asquerosa chamada vasco.

Bruno, grande Mutante: Foi muito legal te conhecer e fazer parte da comunidade que freqüenta a sua maravilhosa padaria, sempre em busca dos finos croissants que você costuma tirar do forno. Realmente, você e o Antigas Ternuras são do signo de Peixes. Como o autor destas mal traçadas linhas é virginiano, acho que no Zodíaco, as coisas estão favoráveis para nós.

Claudinha, anjo meu: Tive ontem uma gratíssima surpresa. Foi muito prazeroso receber suas congratulações. Ao longo deste ano fiz algumas definitivas amizades. Certamente você é uma delas. Eternamente serei admirador de seu talento e um escravo de sua simpatia.

Paulinho grande Patriota: Você já é meu irmão virtual. Os seus comentários dão o toque de classe e talento aos meus modestos escritos. É curioso, a gente se conhece há tão pouco tempo, mas fico com a impressão de que somos amigos desde os tempos de Ramsés II...
É muito legal saber que você existe e está sempre torcendo por mim. E que este sentimento é recíproco.

A todos, meu carinhosos beijo e meu muito obrigado por fazerem parte da minha vida.

Claudinha disse...

Feliz aniversário!!! Parabéns pelo blog. Lendo seu primeiro post, me deu aquela antiga ternura, mias que um crush, um grapette, mais que o fantasma, o agente 86... Muito bom relembrar. O TP já está na quarta edição, desde 2003... Comecei por terapia e agora além dela, é por vício, mania e paixão! Que seu blog continue a nos brindar com lições de história, geografia, vida, carinho e provas de que vale a pena viver... Um beijão de parabéns!

Moacy disse...

Um ano? Que bom! Parabéns, mesmo que estejam ligeiramente atrasados. Abraços.

Madame disse...

Parabéns!!! Desculpe, estou atrasada, mas o importante é você continuar a publicar todos estes textos incríveis que nos faz viajar para muito longe...rsrsrsr...muitos beijos de mim

carla disse...

Parabens pelo aniversario do blog, Marquito!! Quanta coisa boa heim?
Mas serão dois, três, quatro...

Um grande abraço.

O bolo já foi distribuido? guardou minha parte??

Marco Santos disse...

Uêba! Mais gente chegando para a festa! Deixa eu abaixar o som (está tocando "Do You Wanna Dance", com Johnny Rivers). Vamulá:

Minha querida Claudinha: O Universo me conduziu até os seus maravilhosos blogs e eu virei fã de carteirinha, de carregar faixa, de te defender com unhas e dentes até a morte. Seremos amigos para sempre e por mais umas 732 encarnações adiante.

Meu mestre Moacy: Bons ventos me levaram a reencontrá-lo, neste ambiente virtual. Obrigado pelos parabéns, nunca são atrasados. E me considero presenteado pelos maravilhosos presentes que você coloca no bom Balaio Vermelho.

Madame Giovanna, cara mia: Das pessoas talentosas de que eu falei no meu texto, você é certamente uma das mais fulgurantes. Obrigado por sua presença por aqui, nesta minha cristaleira de velhas emoções.

Carlinha, minha querida amiga: Lógico que eu guadei uma fatia de bolo e uma taça borbulhante de champagne para você! Essa festa não seria a mesma sem você. Nem eu seria o mesmo sem ler os seus maravilhosos textos no Purviance.

A todos, considerem-se devidamente beijados!

Lena Gomes disse...

Olá, Doce Marco! Cheguei atrasada... snif... estou te devendo uma visita "decente" e qual não foi minha surpresa, de ver a festa armada! Bem, a visita decente ainda não é a de hoje. Li rapidamente o post, e deu pra saber do aniver do blog, etc. Mas ainda estou te devendo um agradecimento por outro post, acho q foi o do dia internacional da mulher, e por aí vai. Mas como vc sabe, estou meio adoentada, e nem tenho vindo pro computador. Minha vida está de pernas pro ar, devido a vários poréns. Um deles é trabalho, e agora a gripe. Mas eu voltarei aqui com toda a calma e carinho q vc merece. No mais, vida longa e próspera pra vc e pro seu super hiper mega blog! Beijos.

Fernanda disse...

Parabéns pelo aniversário do blog!!!!

Kisses

Marco Santos disse...

Doce Helena,
Eu refaço a festa só para você participar. O seu pedaço de bolo está guardado assim como a taça de champagne. Você é parte muitíssimo importante nestes primeiros 365 dias do Antigas Ternuras. Você foi a primeira blogueira fora do meu círculo de amizades a entrar no AT. Por seu intermédio, conheci o Paulo, nosso personal teacher, e acabei conhecendo também outros queridos amigos. Logo, hoje a festa é sua, hoje a festa é nossa, é de quem vier! Beijo grande procê!

Querida Fernandinha, minha mais nova amiga de infância: Fico muito feliz por você ter vindo e ter deixado o seu comentário. Obrigado por sua amizade. Um beijão!

Evandro C. Guimarães disse...

Maus parabéns atrasados, meu amigo!
O Antigas Ternuras é um espaço único! Continue o seu excelente trabalho e procurarei sempre deixar por aqui meus humildes e imperfeitos comentários, mas formulados com toda a sinceridade e sincera admiração por este blog porreta!
P.S: Não foi dessa vez, mas espero que aquele encontro blogueiro ainda aconteça!

Marco Santos disse...

Grande Evandro: A graça do Antigas Ternuras é a presença de gente legal como você, que sempre tem a acrescentar, que contribui com outras lembranças. Aqui, nesta velha cristaleira de emoções, você tem lugar de honra. Foi um enorme prazer ter te conhecido. Quando a doce Helena ficar boa vamos marcar um encontro nosso, com o Paulo e ela. Tenho certeza de que vai ser memorável.
Obrigado pela sua amizade. um abraço.

Paulo Assumpção disse...

Na "sua época", o pessoal completava o "Parabéns pra Você" com o "Parabéns do Carequinha". Na "minha época", o pessoal completava o "Parabéns pra Você", com o "Parabéns da Xuxa" (se bem que eu já não era nenhum "baixinho", mas ninguém precisa saber deste pequeno detalhe). Hoje, o pessoal completa o "Parabéns pra Você" com uma musiquinha que é mais ou menos assim:
"Ahá, UHÚ
Eu vim aqui pra comer o seu...
bolo!"
Que decadência, não? É por essas e outras que o "Antigas Ternuras" se faz necessário. Para recordarmos de tempos mais inocentes (ou de tempos em que a malícia era mais inteligente).
Olha, fiquei sinceramente emocionado com sua homenagem. Agradeço muito por suas palavras. Mas, a minha contribuição pode ser comparada com a do Ivo Pitanguy operando a Vera Fisher. De todo modo, vou querer sim o meu pedaço de bolo. Aliás, este aniversário é um ótimo pretexto para marcarmos aquele nosso encontro blogueiro. O que acha?
Como diria nosso amigo Antiga Ternura Spock (e, agora também, nossa amiga Nova Ternura Helena): vida longa e próspera para o Antigas Ternuras!

P.S.: Excelente idéia a de trazer de volta seu post n.º 1.

Marco Santos disse...

Grande Paulo: É verdade... Hoje em dia as festas de aniversário são bem menos inocentes. Eu já ouvi a música do "Ahá...Uhú".
O seu pedaço de bolo está guardado, com certeza. Você me ajudou muito na editoração do AT e eu nunca vou esquecer disso.
Deixa a doce Helena melhorar que a gente marca o encontro dos blogueiros do Rio.

Dira amiga: Claro que a sua fatia de bolo e a sua taça de champagne estão muito bem guardadas! O prazer foi todo meu. Você tem razão: a Internet faz desenvolver novas amizades que a gente vai cultuar sempre com muito carinho. Tanto eu com o Antigas Ternuras, quanto você com o seu maravilhoso blog, e como os demais amigos de nossa comunidade, desenvolvemos laços de amizade que são para sempre. Obrigado pelas felicitações e por você ser essa pessoa tão incrível. Beijo grande.

Lena Gomes disse...

Oi, amiguinhos! Ainda não estou 100%, infelizmente... estou com uma virose, "de molho". Volto ao trabalho na sexta, e depois vamos ver como é q eu fico. Mas não estou melhorando muito, isso é q é pior. De qualquer forma, não faltarão oportunidades pro nosso encontro. E guarda esse bolo virtual, please! A champagne eu não sou chegada... pode beber. Bem, é isso. A gente se fala! Beijos.

Marco Santos disse...

Espero que você melhore de vez, doce Helena!
Obrigado e um beijo!

bia peggas disse...

Visitei, li e sorri com suas palavras...valeu a pena! Um grande abraço!

soraiacoelholeao disse...

Oi legal dimais isso que cê escreveu sô.
Sou mineira de Valadares e estava procurando a letra da musica do palhaço carequinha e acabei lendo umas mensagens, pelo que vi seu blog ja deve estar andando pra todos os lados, pois os comentarios eram do primeiro ano de blogueiro....rsrs
Mas gostei do conteudo.
Um abraço,
Soraia Leão

Anônimo disse...

Você é um abençoado. Você é um GÊNIO. PARABÉNS, por essa iniciativa tão criativa e bela. Foram alguns instantes que tive contato com sua escrita e seus pensamentos e, mas foram marcantes e eternos. Agora, mas que um seguidor, colaborador, visitante, você tem um divulgador e amigo. Obrigado, por usar tão bem a inteligência que Deus deu a você, e causar sensações maravilhosas de felicidade, por conseguir unir a beleza e o encanto com ANTIGAS TERNURAS.


Davi Lopes