terça-feira, setembro 27, 2005

Ronald Golias (1929-2005)


“Ô Cridê... Fala pra mãe que o Céu está cada vez mais engraçado! Tem anjinho se rolando de rir aqui em cima!”

Prefiro pensar que a minha infância não está morrendo. Foram meus heróis que resolveram aprontar das suas em outro lugar.
Aqui ó, Bronco: Ptbrrrrrrr... “Pernáquia, pra você!”
M.S.

10 comentários:

Belisa disse...

Meu vô morria de rir com ele...

Marco Santos disse...

Eu também, cara Belisa, eu também... lembro que no colégio eu fazia a melhor imitação dele como o Bronco da "Família Trappo"...

Helena, tricolor de coração, sempre! disse...

Nem preciso dizer, né? Também adorava ele... :o(
Figuras como aquelas em Brasília "vendem" saúde, né? Impressionante...
Mas Marco, "cruz credo"? Fala sério!!! Olhe pro seu time, e outros cariocas, e aí sim, exclame a plenos pulmões: CRUUUUUUUUUUUUUUUZ CREDO!!! HEHEHE...

Ronie disse...

A doce Helena (com todo respeito tá?)e sua paixão tricolor. Ainda existem pessoas ingênuas no mundo. Que beleza!!! Se os 'pó-de-arroz' ganharem do Inter no próximo domingo, prometo que não toco mais no assunto futebol.

Marco Santos disse...

Minha doce Helena: entro no seu blog e dou de cara com um baita escudo do seu time. "Cruz credo" foi o mínimo que eu pude exclamar. Independente do bom momento que vocês estão vivendo, um rubro-negro de carteirinha como eu, por os olhos naquele escudão, só "cruz credo", mesmo. (Imagina se fosse o contrário? Você se defrontar aqui com o sagrado pavilhão rubro-negro em tamanho colossal. Não vai acontecer. O Mengão é uma ETERNA Ternura)

Ronie disse...

Perdão Golias, mas vou repetir um comentáio, é o desespero.

"Oh, Marco, você vai ter que nos abrigar por aqui um tempinho, perdemos tudo. Não me pergunte como, só sei que é assim!!! Estamos juntando os caquinhos e tentando entender o que aconteceu. Não localizamos o Lênio, nem o Alemón, nem o Cléber, e os que estavam hibernando? Coitados, devem ter sido arrastados para as profundezas virtuais. Prá quem não conhece, ainda tínhamos o André e o Homem-enfadonho! Vamos marcar uma pajelança, de repente a gente encontra todo mundo!"

Leonio disse...

Amigo Marco.
Hoje é um dia de luto. Depois do Golias do Agente 86, agora foi a fez do Modos e toda sua história. Foi-se aguá abaixo. Água tão falada e comentada aqui. Agora me sisnto meio que perdido e desolado. Como se tivessem levado minha casa, ou pior, como se os furacões que passaram nos esteites tivesse passao por aqui e levado meu oratório. Onde irei rezar todos os dias, os longos dias que passo no meu trabalho serão mais longos agora. Por conta do Modos conhecemos várias pessoas bacanas. Espero que não seja o fim.
Segue um música que fala o que estou sentindo agora.

Leônio disse...

Pedaço de Mim
Chico Buarque

Oh, pedaço de mim
Oh, metade afastada de mim
Leva o teu olhar
Que a saudade é o pior tormento
É pior do que o esquecimento
É pior do que se entrevar

Oh, pedaço de mim
Oh, metade exilada de mim
Leva os teus sinais
Que a saudade dói como um barco
Que aos poucos descreve um arco
E evita atracar no cais

Oh, pedaço de mim
Oh, metade arrancada de mim
Leva o vulto teu
Que a saudade é o revés de um parto
A saudade é arrumar o quarto
Do filho que já morreu

Oh, pedaço de mim
Oh, metade amputada de mim
Leva o que há de ti
Que a saudade dói latejada
É assim como uma fisgada
No membro que já perdi

Oh, pedaço de mim
Oh, metade adorada de mim
Leva os olhos meus
Que a saudade é o pior castigo
E eu não quero levar comigo
A mortalha do amor
Adeus

Marco Santos disse...

Alô, Ronie e seus candangos! A música deve ser:
"Desesperar, jamais
Aprendemos muito nesses anos
Afinal de contas, não tem cabimento
Entregar o jogo no primeiro tempo
Nada de correr da raia
Nada de morrer na praia".
Muita calma nesta hora que para tudo dá-se um jeito.
O Antigas Ternuras está à disposição de vocês. Sempre. Qualquer coisa, a gente arranja uns colchonetes, bota água no feijão, manda buscar umas cervejas na birosca aqui do lado, fiquem tranquilos.
Vou dar uma chegada no Modos Artificiais para ver o que foi salvo do Katrina II (caraco! O mês de setembro está tomando o lugar de agosto como mês das desgraças! Só se salvou o meu aniversário!)

André Batista disse...

R.I.P. Ronald Golias